PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

#Balanço2020: A capacitação dos agentes de segurança em tempos de Covid-19

30 de dezembro de 2020 - 15:04 # # # #

Ascom SSPDS

A Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE) vem aumentando a oferta de cursos híbridos que mesclam parte dos estudos à distância e presencial nesse tempo de pandemia, e conclui o ano com bons indicadores.

Nos últimos meses, todo o planeta vem passando por grandes desafios em virtude da crise sanitária causada pelo novo coronavírus, a Covid-19, que possui uma alta taxa de transmissão e um percentual assustador de letalidade, impactando diretamente na vida e na rotina de todos.

Vários setores, especialmente a educação, tiveram que suspender suas atividades presenciais, e se reinventar diante de um contexto de excepcionalidade, buscando adotar alternativas que pudessem suprir o prejuízo educacional causado pela pandemia.

Apesar deste contexto, a Aesp – órgão vinculado à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), que é responsável pela formação inicial e continuada de todos os policiais civis e militares, bombeiros militares e servidores da Perícia Forense do Ceará – conclui o ano letivo de 2020 com aproximadamente três mil profissionais capacitados.

As atividades acadêmicas presenciais foram retomadas de forma gradual, seguindo todos os protocolos de segurança dos decretos do Governo do Estado do Ceará e as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS). O quadro de servidores, coordenadores, monitores, professores e alunos, passaram pela testagem para a Covid-19, e diariamente realizam aferição da temperatura, higienização das mãos com o álcool em gel 70% e cumprem o distanciamento social. Além dessas ações, outras medidas foram tomadas, como por exemplo, o horário das aulas que foram alterados e as turmas que foram distribuídas nos turnos manhã e tarde.

“A meta a ser alcançada era garantir a formação e a capacitação dos servidores da segurança pública do Estado do Ceará proporcionando a integridade da saúde dos alunos, dos professores e dos servidores da Aesp. Foi estabelecido um plano de retomada gradual e responsável para atender aos protocolos de segurança sanitária, e o resultado foi fruto de um grande esforço de todos para que chegássemos ao final do ano com as metas pedagógicas alcançadas sem que nenhuma vida fosse afetada”, explicou o diretor-geral da Aesp, Coronel PM Antônio Clairton Alves de Abreu.

Alternativas como a ampliação de suportes remotos de ensino e a introdução de novas metodologias, apoiadas em tecnologias digitais foram implementadas junto ao Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) – Moodle, plataforma de Educação a Distância da Aesp – para dar prosseguimento às várias atividades acadêmicas desenvolvidas, entre elas, os ciclos do Fórum Permanente de Segurança Pública e Cidadania, que pela primeira vez aconteceu de forma virtual, e tive o alcance de mais de 6.321 visualizações nas redes sociais. Na ocasião, tanto os profissionais de segurança pública como a sociedade civil, puderam discutir temas de relevância social, como a violência contra a mulher no contexto profissional da segurança pública; o respeito às diversidades e às minorias na formação policial e a segurança cibernética.

A modalidade remota também permitiu que 76 profissionais concluíssem os Cursos de Especialização em Altos Estudos de Segurança Pública (Ceaesp), Gestão de Segurança Pública (Cegesp) e de Metodologia e Didática do Ensino em Segurança Pública (Cemdesp), podendo assim, obter a titulação de especialistas nos cursos de pós-graduação latu sensu.

No âmbito da formação inicial, os 274 alunos do Curso de Formação Profissional para ingresso no cargo de primeiro-tenente do Quadro de Oficiais da Polícia Militar do Ceará (CFPCO/PM), aprovados no concurso de 2013, que estavam em isolamento social, voltaram às aulas presenciais e atualmente seguem com os treinamentos que irão levá-los ao tão almejado oficialato.

Grande parte dos cursos acontece no formato híbrido, mesclando parte dos estudos à distância e parte presencial, entre eles estão o Curso de Aperfeiçoamento para Inspetor da Policia Civil – classes A, B e C beneficiando cerca de 948 policiais civis; o Curso de Aperfeiçoamento e Ascensão para Médico Perito Legista – Classe C, Perito Criminal Classe C, Perito Legista – Classe C e Auxiliar de Pericia Classe C contou com a participação de 77 profissionais da Perícia Forense, e porCurso para condutores de veículos de emergência, que teve aproximadamente 1200 inscritos durante sua primeira turma, já a segunda encontra-se em andamento com 90 alunos inscritos.

Já na formação continuada, 585 servidores das vinculadas da Secretaria da Segurança Pública e Defesas Social (SSPDS) fizeram cursos nas mais diversas áreas de atuação, tais como: Curso de Rastreador de Combate; Curso de Prevenção e Combate a Incêndio Florestal; Curso Especial de Policiamento com Motocicletas; Curso Básico de Operações em Videomonitoramento; Curso de Policiamento Montado; Curso de Atualização Técnica de Operador de Suporte Médico; Curso Tático operacional com Motocicletas; Curso Básico de Patrulhamento Urbano; Curso Básico de Inteligência; Curso de Nivelamento de tiro para Seguranças de Dignitários e o Curso Básico de Investigação de Crime de Lavagem de Dinheiro – este último foi formatado para auxiliar os policiais civis do Estado do Ceará nas técnicas de investigação financeira, bem como, nas análises realizadas pelo Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro da PCCE.

Além disso, buscando facilitar a promoção de carreira dos integrantes do sistema de segurança pública, a Academia segue na reta final do Curso de Habilitação a Oficial da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros (CHO PM/BM), que irá promover 66 subtenentes ao posto de 2º tenente, ingressando assim, no oficialato de suas respectivas corporações. Essa capacitação é um pré-requisito exigido para que ascensão destes profissionais.

Mesmo diante de todas as dificuldades imposta pela Covid-19, a Aesp/CE vem reafirmar sua premissa de formar e capacitar de maneira integrada e com qualidade técnica, todos os profissionais que compõem o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará, visando à harmonia e o bem-estar social de toda sociedade cearense.