PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SAP certifica 96 internos da Penitenciária da Pacatuba em cursos do Senai

6 de janeiro de 2021 - 16:43 # # # #

Ascom SAP

 

O ano de 2021 iniciou com a continuidade do trabalho de ressocialização da Secretaria da Administração Penitenciária. Nesta quarta-feira (6), na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo (Pacatuba), 96 internos foram qualificados nos cursos de padeiro, marceneiro e serralheiros.

Os cursos fazem parte do Projeto de Implantação de Oficinas Produtivas Permanentes em estabelecimentos penais (PROCAP 2019), financiadas pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e realizadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai/CE).

Presente no evento de certificação, a gerente de educação profissional do Senai, Sônia Parente, revela que é um orgulho a instituição cumprir a missão de transformar vidas. “É um motivo de muita alegria que a educação faça parte da ressocialização dos internos e seja responsável por uma mudança na vida de cada um. No decorrer do ano serão mais turmas e fortalecendo cada vez mais essa parceria com a SAP”, afirma.

O interno Jeferson de Sousa, um qualificados, revela o sentimento de ter uma chance no sistema penitenciário. “É muito importante essa oportunidade para nós. Mostra que o sistema está preocupado em nos ressocializar e nós agora com esse curso do SENAI temos a chance de sair na frente no mercado de trabalho. Após essa qualificação, ganhei a chance de trabalhar na cozinha da unidade e vou ajudar a família”, comemora.

Alexandre Pereira Pirajá, coordenador Adjunto de Inclusão Social do Preso e do Egresso (CISPE), cita o momento de oportunidades para os internos. “A certificação é um ato concreto das chances oportunizadas pela SAP aos apenados. O diploma do Senai é muito importante. Pois, o Senai, é a melhor escola de capacitação profissional do Brasil. E essa oportunidade está sendo dada agora no sistema penitenciário cearense. O interno agora terá uma profissão e poderá reingressar no mercado de trabalho”, conclui.

 

 

Ouça:

O coordenador adjunto de Inclusão Social do Preso e do Egresso (CISPE), Alexandre Pereira Pirajá, cita o momento de oportunidades para os internos.

O interno Jeferson de Sousa, destaque como qualificado, revela o sentimento de ter uma chance no sistema penitenciário.