PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Mais de 400 veículos vistoriados pela Semace em blitze de combate à Fumaça Preta

8 de janeiro de 2021 - 14:59 # # # # # #

Ana Luzia Brito - Ascom Semace - Texto e Foto

Autarquia divulga balanço de operações realizadas em Fortaleza, RMF e Interior em 2020

Mesmo diante do contexto da pandemia, iniciada em março do ano passado, a Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) manteve as operações do Programa de Combate à Fumaça Preta na capital fortalezense, Região Metropolitana e no interior do Estado (Cariri e Sertão Central). Ao todo, 404 veículos foram vistoriados e 27 multados, segundo balanço anual feito pela Gerência de Análise e Monitoramento (Geamo) da autarquia. O relatório da Geamo também registra a emissão de 524 certificados de índices de Fumaça emitidos pelo órgão.

Para Francisco Oliveira, coordenador do Programa de Combate à Fumaça Preta, essa diminuição de carros irregulares se dá devido à redução de tráfego por conta da pandemia e também pela maior consciência dos motoristas diante desse contexto. O gestor alerta sobre a importância de manter sempre os veículos regulados. “Bicos e bombas defeituosos são os principais desgastes apresentados pelos automóveis vistoriados. A falta de manutenção acarreta no desgaste dos componentes de combustão, causando anomalias como essas”, destaca Oliveira.

As blitze têm como objetivo coibir a emissão da fumaça preta de veículos movidos a diesel, tais como ônibus, caminhões e transportes alternativos que apresentavam poluentes superior a 60% de preto, de acordo com a Escala de Ringelmann. O equipamento é constituído de cinco colorações, variando de cinza claro ao preto total. As emissões de 20 e 40% estão dentro dos padrões estabelecidos. Já nas de 60, 80 e 100% o veículo é multado.

De acordo com a Portaria Nº 136, de 23 de julho de 2007 da Semace, os veículos irregulares têm 15 dias, a partir da autuação, para comparecerem à sede da instituição para passar por uma nova vistoria. Caso seja constatada a sua adequação aos padrões, o proprietário do carro tem o benefício da redução de 50% do valor da multa, que pode variar de R$ 2.046,60 a R$ 8.186,40.

As operações do Fumaça Preta contam com o apoio dos órgãos: Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania de Fortaleza (AMC), Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE).

Efeitos da fumaça preta

A fumaça preta emitida pelos carros pode acarretar sérios problemas à saúde, agredindo pele e olhos (com sintomas de irritação aguda), além dos aparelhos respiratório e cardiovascular. Essa emissão é o resultado de uma combustão incompleta e está associada a problemas operacionais e de manutenção dos veículos.