PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Entidades cearenses já foram contempladas com mais de 700 toneladas de alimentos

25 de fevereiro de 2021 - 17:24 # # # # # #

Wiarlen Ribeiro - Ascom Gabinete da Primeira-Dama - Texto
Ariel Gomes - Fotos

O Governo do Ceará, por meio do Programa Mais Nutrição, ultrapassa a marca de mais de 700 toneladas de alimentos doados para cerca de 27 mil cearenses. Por meio do repasse, 701.884 quilos de alimentos in natura, polpas de frutas e mix de legumes para preparos de alimentos a ação promove a segurança alimentar e nutricional de crianças e adolescentes e combate o desperdício de alimentos.

“O Mais Nutrição possibilita que milhares de pessoas possam se alimentar. Isso graças o envolvimento de todos os profissionais e parceiros da ação. Fico muito feliz de saber que o Governo do Ceará está contribuindo na refeição de muitas famílias que dependem dessa doação de frutas, verduras e legumes. O consumo desses alimentos, ricos em vitaminas e proteínas, é necessário para o desenvolvimento infantil e nós continuaremos ofertando aos cearenses”, informa a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, idealizadora do Programa Mais Infância Ceará e do Mais Nutrição.

Atualmente, a iniciativa beneficia cerca de 16 mil crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de 91 entidades de Fortaleza, Caucaia e Maracanaú, além de já ter ofertado doações para 31 municípios do Estado com necessidades diversas: vítimas de enchentes, entidades artesanais, artistas circenses, instituições que atendem pessoas em situação de rua, crianças com câncer e fissura lábio-palatal e famílias atendidas pelo Mais Infância.

Um rigoroso trabalho de prevenção e higienização é feito diariamente para garantir alimentação saudável aos beneficiados, com os profissionais do Mais Nutrição reforçando a atenção na manipulação dos alimentos. As entidades recebem as doações mediante marcação prévia, em horários diferentes, a fim de evitar aglomeração, além de serem orientadas a agendar o repasse para as famílias.

Projeto Alvorecer

O Projeto Alvorecer, em Maracanaú, na Grande Fortaleza, que desenvolve atividades com cerca de 350 crianças da comunidade, é um dos contemplados com a oferta de alimentos. Para o presidente da entidade, Wilton Adriano, o Programa tem sido fundamental na vida de muitas famílias. “Nós temos o prazer e a alegria de estarmos trabalhando há 14 anos com crianças, adolescentes e jovens. Nesse período da pandemia todo o trabalho foi focado na infância. O Mais Nutrição tem sido algo muito importante para atender as necessidades em um momento tão difícil. A fruta, a verdura, tem sido presente nas mesas de cada família”, salienta.

A dona de casa Diana Castro, moradora de Maracanaú, é uma das beneficiadas do projeto e agradece pela doação semanal de alimentos. “Nessa pandemia, o projeto tem nos ajudado muito com a distribuição de alimentos para as nossas casas. Meu esposo está desempregado e são essas doações que têm sustentado nossas refeições. Agradeço muito a todos os envolvidos nessa ação, que contribuem para que muitas mães possam dar o que comer aos filhos”, pontua.

Parceria

A ação tem a parceria permanente da Associação dos Permissionários da Ceasa (Assucece) e do Grupo M. Dias Branco, além dos parceiros espontâneos da iniciativa privada. A ação é realizada pelo Governo do Ceará, por meio das secretarias de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e do Desenvolvimento Agrário (SDA), além das Centrais de Abastecimento do Ceará (Ceasa-CE); da Agência de Defesa Agropecuária do Ceará (Adagri) e do Núcleo de Tecnologia e Qualidade Industrial do Ceará (Nutec) e também do apoio do Instituto Agropolos do Ceará.

Lei do Programa Mais Infância Ceará

Em janeiro de 2021, foi sancionada a lei que atualizou e consolidou a iniciativa como política pública de Estado. O novo documento, garante a continuidade do Mais Nutrição, entre outros, substituiu o que estava vigente, desde março de 2019, quando instituía o Programa como uma lei estadual, promovendo e desenvolvendo ações intersetoriais para promoção do desenvolvimento infantil.