PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Polícia Militar prende casal cearense vindo do RN com 150 quilos de maconha em barreira sanitária

15 de março de 2021 - 16:27 # # # # #

Ascom SSPDS - Texto e Foto

Em meio à fiscalização das medidas sanitárias para o enfrentamento da Covid-19 estabelecidas por decreto estadual, a Polícia Militar do Ceará (PMCE) prendeu em flagrante um casal que carregava 272 tabletes de maconha, pesando 150 quilos. O material estava acondicionado em um veículo com placas de Fortaleza. O casal voltava de uma viagem do Rio Grande do Norte. A abordagem aos suspeitos aconteceu na manhã desta segunda-feira (15), no Posto de Fiscalização Fixa do Batalhão de Polícia de Trânsito Urbano e Rodoviário Estadual (BPRE), localizado na rodovia CE 040, em Aracati, na Área Integrada de Segurança 18 (AIS 18).

Josenilson Xavier de Souza (26) e Samara Moura da Silva (28), ambos sem antecedentes criminais, estavam em um Fiat Siena quando foram alertados para encostar o veículo com o intuito de serem abordados. O casal se identificou para os policiais militares e permitiu a vistoria no carro. No porta-malas do automóvel, foram encontrados diversos tabletes de maconha. O casal e a carga ilícita foram conduzidos para a Delegacia Regional de Aracati para que os suspeitos fossem ouvidos.
Na unidade da Polícia Civil, os cearenses revelaram que haviam trazido a droga de um município do Rio Grande do Norte por encomenda. A Delegacia Regional de Aracati irá aprofundar as investigações no intuito de descobrir para quem a droga seria entregue. Josenilson e Samara foram autuados em flagrante por tráfico, associação para o tráfico e tráfico interestadual de drogas. Após pesagem do material, foram contabilizados 150 quilos de maconha.

Denúncias

A Polícia Civil ressalta que a população também pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas para o número (88) 3446-2601, da Delegacia Regional de Aracati. As denúncias também podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). O sigilo e o anonimato são garantidos.