PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Aldeias indígenas recebem 1.860 cestas básicas nesta semana

13 de abril de 2021 - 13:40 # # # # # #

Sheyla Castelo Branco - Ascom SPS - Texto
Natinho Rodrigues - Fotos

O povo indígena da etnia Pitaguary recebe, ontem e hoje (13), 1.250 cestas básicas nas comunidades Santo Antônio e Monguba, localizadas entre os municípios de Maracanaú e Pacatuba. A liderança indígena da aldeia Monguba, Rosa Pitaguary, destacou a importância da ação nesta segunda onda da pandemia. “Essa doação chegou na hora certa, muitos indígenas que trabalham com artesanato, agricultura ou fazendo bicos estão sem possibilidade de trabalhar, e consequentemente, sem renda. Essa ajuda representa muito para as nossas comunidades nesse momento, e eu me emociono de ver a alegria das famílias recebendo as cestas e sabendo que amanhã vai ter comida na mesa para todo mundo”, completa Rosa Pitaguary.

Os alimentos foram adquiridos pela Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), por meio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para Promoção da Igualdade Racial (Ceppir), está à frente da distribuição, que iniciou segunda e segue até a próxima sexta-feira, 16/04. Serão contempladas ainda comunidades indígenas de Caucaia, Aratuba e Canindé. No total, serão entregues 1.860 cestas básicas para os povos indígenas.

A titular da SPS, Socorro França, observa que o Governo do Estado tem buscado auxiliar na distribuição de todos os auxílios e benefícios que podem chegar às famílias em vulnerabilidade, neste momento de pandemia. “No ano passado, nós já realizamos a entrega de quase 10 mil cestas às comunidades indígenas, adquiridas por entidades parceiras. Temos a logística necessária e a determinação para ajudarmos em todas as iniciativas que beneficiem as famílias cearenses”, pontua. “Estas cestas básicas representam segurança alimentar para a população indígena nos seus diversos territórios, e com isso, minimizam os efeitos da pandemia e do necessário isolamento social destes povos”, frisa Martír Silva, coordenadora da Ceppir.

Para a artesã, Clécia Pitaguary, a ação é muito importante para fortalecer os povos indígenas neste momento de pandemia. “Não está fácil para nós que vivemos de vendas e trabalhos informais. Receber essa doação hoje é uma alegria aqui na nossa comunidade. Cada quilo de arroz ou de feijão significa muito para as famílias do povo pitaguary, tanto do Santo Antônio quanto aqui da Monguba”, afirma Clécia Pitaguary.

Ações

No ano passado, a SPS articulou a distribuição de 10.082 cestas básicas e de máscaras de tecido para povos e comunidades tradicionais. Também foi preparado material informativo sobre as ações de enfrentamento ao coronavírus específico para povos e comunidades tradicionais

Acompanhe as entregas

Dia 15/04, a entrega ocorrerá no município de Caucaia, na reserva indígena Taba dos Anacé, que vai receber 328 cestas para a comunidade. E no dia 16/04, serão enviadas 292 cestas básicas para as aldeias Feijão e Gameleira, situadas nas cidades de Aratuba e Canindé.