PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

‘Anjos sem asas’: profissionais da UPA Conjunto Ceará recebem homenagem do cantor Ítalo Poeta

16 de abril de 2021 - 11:39 # # # # # # # #

Munique Freitas - Ascom da UPA 24h - Texto e foto

Inspiração para a música, segundo o cantor, veio por meio de testemunhos de agradecimento aos profissionais da linha de frente na pandemia

“Anjos sem asas, muito obrigado. Deus vê tua luta, Deus tá do seu lado. Anjos sem asas que voam juntos, Deus tá usando tuas mãos e o teu coração pra salvar o mundo”. Com a letra da canção, o artista Ítalo Poeta homenageou todos os profissionais da saúde durante uma apresentação, nessa quinta-feira (15), na UPA 24h Conjunto Ceará, vinculada à Secretaria da Saúde do Estado (Sesa).

Com a composição do cantor, Anjos sem asas, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e todos trabalhadores de apoio se emocionaram e cantaram, em coro, como forma de agradecimento. A música ecoou pela unidade também em um momento de prece e oração, dando força aos profissionais que continuam na luta diária contra a Covid-19.

Para Camila Machado, diretora de Gestão e Atendimento, como o momento foi de parabenizar todos os profissionais de saúde, a homenagem foi transmitida pelas redes sociais para que colaboradores das outras unidades, também administradas pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), participassem daquele instante. “Nós deixamos nossas casas, nossas famílias, renunciamos a nossa vida pelo amor ao outro, pelo cuidado dos nossos pacientes. Este é o momento de reconhecer o trabalho feito por todos eles, da assistência ao apoio”, explica.

Inspiração

Segundo Ítalo, a inspiração para compor a música veio de tantos testemunhos que ele recebe no seu trabalho, hoje online, no grupo de oração, agradecendo aos profissionais que estão na linha de frente no combate à pandemia. “No meu coração surgiu essa ideia de anjos que, embora não tenham asas, estão ajudando a salvar milhões de vidas. Por isso, a música fala de força, fala de medo e, quando a gente consegue vencer aquele medo, é uma força que a gente recebe do céu. Eu acredito”, afirma o cantor.

A técnica de enfermagem Janice Maria Sousa da Silva trabalha há sete anos na UPA 24h do Conjunto Ceará e está desde o início da pandemia atuando na linha de frente. Para ela, o medo está presente na rotina. “Como o Ítalo falou, Deus renova as nossas forças para estarmos aqui cuidando dos pacientes”. Mesmo com dificuldades, ela mantém a alegria e tenta animar os pacientes. “Eu, com essa minha alegria, tento repassar para algumas pessoas. Às vezes, as pessoas chegam chorando e a gente tentamos animá-las, dizendo que tudo vai dar certo”.