PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Com obras iniciadas, Hospital Universitário reforçará a rede hospitalar do Ceará com 650 leitos

19 de abril de 2021 - 14:05 # # # # # # #

Jóslen Barros Herbster - Ascom da SOP - Texto

Os serviços preliminares para implantação do Hospital Universitário do Ceará, em Fortaleza, estão em andamento. A obra, iniciada em janeiro, ocorre sob supervisão da Superintendência de Obras Públicas (SOP), em terreno que pertence à Universidade Estadual do Ceará (Uece), bairro Itaperi. No momento, as equipes de construção se concentram nas fases de movimentação de terra, terraplanagem e escavações.

O empreendimento faz parte das ações do Governo do Estado para tornar os serviços de Saúde cada vez mais acessíveis à população cearense, fortalecendo a rede de policlínicas, hospitais e unidades de atendimento especializado integrantes da rede da Secretaria da Saúde (Sesa). Mesmo em intenso combate à pandemia, o aumento do número de leitos é projetado de forma descentralizada e pensado em manter um suporte de extensão do atendimento mesmo após a emergência sanitária.

Nesse contexto, o Hospital Universitário do Ceará será o maior hospital do Estado, vindo a se somar com o atendimento medico-hospitalar, terapêutico e ambulatorial já prestado pelos hospitais regionais cearenses. O complexo hospitalar funcionará como nova sede do Hospital César Cals, dando suporte à Região Metropolitana de Fortaleza.

“Iniciamos com um bom ritmo de trabalho. É um hospital de grande porte que trará melhorias para a Saúde e beneficiará o Ceará não só em momentos como o que estamos passando mais para as diversas gerações que terão uma saúde pública de qualidade, sem falar que vai servir como instrumento para o treinamento da mão de obra de médicos do nosso Estado”, comenta o superintendente adjunto de Edificações da SOP, Celso Lelis.

Implantado em uma área de 75 mil metros quadrados (m²), o HUC será integrado com três torres (clínica, cirúrgica e materno-infantil), contendo 470 leitos de internação geral e 184 Unidades de Terapia Intensiva. Além de uma gama de serviços de saúde oferecidos à população, entre consultórios médicos e odontológicos, diagnóstico por imagem, ambulatórios e laboratórios, enfermarias pediátricas e adultas, o equipamento terá salas de capacitação dedicadas a formação dos profissionais da Saúde.