PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Novo lote com 128.000 doses de vacinas contra a Covid-19 será distribuído nesta sexta-feira

23 de abril de 2021 - 09:15 # # # # # # #

Larissa Falcão - Ascom Casa Civil - Texto
Tiago Stille e Tatiana Fortes - Ascom Casa Civil - Fotos

O Ceará recebeu na madrugada desta sexta-feira (23) mais 128.000 doses de imunizantes que serão utilizados para dar continuidade à campanha de vacinação contra a Covid-19 em todo o Ceará. Ao todo, são 25.000 da CoronaVac/Sinovac e 103.000 da Oxford/AstraZeneca.

O 15° lote será destinado para aplicação da primeira e segunda dose em pessoas dos grupos prioritários das Fases 1 e 2 do Programa Nacional de Imunizações (PNI), coordenado pelo Ministério da Saúde, contemplando idosos entre 60 e 69 anos e agentes das forças de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam na linha de frente do combate à pandemia do coronavírus.

Em publicação nas redes sociais, o governador Camilo Santana garantiu que os municípios devem receber, em até 24 horas, suas respectivas doses. “A distribuição para capital e interior começa de imediato. Continuamos nossa luta para vacinar todos os cearenses o mais rápido possível”, escreveu Camilo.

Essa agilidade só é possível porque o Governo do Ceará desenvolve um plano de logística que envolve diversas equipes da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS). A logística também conta com transporte aéreo, com aviões e helicópteros, e terrestre, através de carros e caminhões. Foram traçadas seis rotas aéreas e duas terrestres que levam os imunizantes às 22 Áreas Descentralizadas de Saúde (ADS), responsáveis por articular a entrega do material junto às secretarias municipais de Saúde.

Distribuição

Ao chegarem no Aeroporto Internacional de Fortaleza – Pinto Martins, as vacinas foram encaminhadas para a Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim) da Sesa. De acordo com Francisco Tarcísio Seabra, gerente da Central, a partir dali uma equipe se mobilizou para fazer a logística de separação, emissão de notas e autorização dos pedidos que envolvem os imunizantes. “Tudo isso em tempo oportuno, já que a vacina chegou por volta das 3 horas da madrugada e, às 7h, já estávamos prontos para efetuar toda a distribuição. Logo, logo estarão chegando nas regiões de saúde do nosso Estado”, pontua.

A logística para a distribuição das vacinas contra a Covid-19 passou a contar com apoio da SSPDS e da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer). “Até então, nós fazíamos a nossa distribuição para demais campanhas e rotinas de vacinação por meio apenas de rotas terrestres, onde nossos caminhões baús frigoríficos deixavam as vacinas nas sedes das Superintendências das regiões de saúde do Estado. Lá, outros caminhões faziam essa dispensação junto às ADS”, lembra Seabra.

Os imunizantes, segundo o gerente da Ceadim, têm chegado de maneira equitativa em todo o território cearense. “A nossa Rede de Frio garante a segurança e eficácia da vacina em todos os percursos. Desde a saída do seu laboratório produtor, passando pelas etapas de armazenamento, distribuição, conservação e transporte”.

Municípios devem avançar para a terceira fase

Na última quarta-feira (21), a Sesa divulgou que alguns municípios cearenses devem seguir em breve para a 3ª fase da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Covid-19. Esse avanço depende do envio das doses pelo Ministério da Saúde.

Na 3° fase, serão convocadas as pessoas com comorbidades – doenças crônicas – e com deficiência permanente grave. Diante disso, a Sesa destaca a importância da checagem dos dados registrados no Cadastro Estadual de Vacinação.

Vacinômetro

Até o momento, o Ceará soma 2.238.250 doses recebidas. Segundo o Vacinômetro da Sesa, até às 17 horas da última quarta-feira (21), 1.721.635 doses já foram aplicadas, sendo 1.207.843 como primeira dose (D1) e 513.792 de segunda dose (D2).

 

Ouça

A logística de distribuição dos imunizantes para o interior já começou e ainda nesta sexta-feira os municípios vão começar a receber os imunizantes, como confirma o coordenador da Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos da Secretaria da Saúde, Tarcísio Seabra.

O coordenador Tarcísio Seabra destaca o apoio da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) com a logística de distribuição das vacinas.

Tarcísio Seabra fala sobre a logística de armazenamento das vacinas para garantir a eficiência na imunização.

Tarcísio Seabra destaca os critérios de distribuição das vacinas de acordo com as etapas do processo de imunização e as orientações passadas aos municípios que recebem o imunizante.