PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Semana da Caatinga 2021 celebra o único bioma 100% brasileiro

26 de abril de 2021 - 12:01 # # # # # #

Ascom Sema - Texto

A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) realiza mais uma edição da Semana da Caatinga. Durante três dias, entre 26 e 28 de abril, diversos atores debaterão assuntos relacionados ao bioma, como políticas públicas, conservação, gastronomia e cultura. A semana marca o Dia Nacional da Caatinga, celebrado em 28 de abril, e o tema central deste ano é: “As lições da pandemia”. O titular da Sema, Artur Bruno, e o secretário de Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz, abriram o evento virtual, iniciado nesta segunda-feira (26). “O objetivo principal é promover e divulgar a Caatinga, estimulando a sua valorização e conservação”, disse Bruno.

A programação conta com apresentação de exemplos de experiências de convivência com o semiárido, passeios e trilhas virtuais em unidades de conservação, lives sobre gastronomia e frutos da Caatinga, além de show musical. O cantor, compositor e instrumentista cearense Juruviara fará uma live na manhã do dia 28 (quarta-feira).

No encerramento, quarta, às 15h, haverá a entrega da Medalha Ambientalista Joaquim Feitosa,ao Centro de Ciências Agrárias da UFC e ao agricultor catingueiro, José Raimundo de Matos, o“Zé Artur”, respectivamente agraciados em 2020 e 2021. Ambos, por meio de suas atividades, contribuíram de forma relevante para o desenvolvimento sustentável da Caatinga. Na ocasião será lançado o livro, “Saberes e Viveres da Caatinga: II Conferência da Caatinga”, uma iniciativa da Comissão de Altos Estudos e Assuntos Estratégicos da Assembleia Legislativa.

A Caatinga

De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a Caatinga é o único bioma 100% brasileiro e um dos biomas mais povoados (são mais de 20 milhões de brasileiros vivendo nos 850 mil km²) que representam cerca de 11% do território nacional, abrangendo todos os estados do Nordeste e do norte de Minas Gerais. “Grande parte do Ceará, cerca de 90%, encontram-se em área de Caatinga”, destacou o Secretário Bruno.

Dados do ICMBio apontam que a “diversidade, a riqueza de espécies e o número de endemismos da Caatinga foram, por muito tempo, considerados baixos”. Entretanto, pesquisas recentes demonstram o contrário. São registradas para o bioma, até o momento, 3.200 espécies de plantas, 371 de peixes, 224 de répteis, 98 de anfíbios, 183 de mamíferos e 548 de aves.

Prêmio Joaquim Feitosa

O Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, instituído pelo Comitê Estadual da Reserva da Biosfera da Caatinga (CERBC), que está em sua17ª edição, “destina-se a homenagear pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas, que no desempenho de suas ações tenham contribuído de forma relevante para o desenvolvimento sustentável da Caatinga”, explica Viviane Gomes, da Coordenadoria de Desenvolvimento Sustentável (Codes/Sema). É uma realização da SEMA, em parceria com a Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento, da Assembleia Legislativa do Estado Ceará (ALCE), representada pelo seu vice-presidente, deputado estadual Acrísio Sena (PT), com o apoio do CERBC.

Confira a programação da Semana da Caatinga 2021

Dia: 26 de abril de 2021 (segunda-feira)
Horário: de 9h
– Live de Abertura da Semana da Caatinga, com a participação do Secretário Artur Bruno, da Sema, e De Assis Diniz, da SDA.
– Cordel: A vida na Caatinga em tempo de Pandemia (Pedro Cavalcante, Campos Sales-CE).
– Passeio virtual: Pedra da Andorinha, organizado pela Prefeitura de Sobral.

Dia: 27 de abril (terça-feira)

– Live: Gastronomia da Caatinga, com João Lima – Casa Civil.
Horário: de 9 às 10h

– Apresentação: Plano de Ação para Biodiversidade do Ceará, com Mariana Gianiaki, Consultora Anamma Brasil, e Max Sarney Almeida Silva- Gerente de Projetos, do Center for Environmental Peacebuilding.
Horário: de 10 às 10h30

– Oficina Virtual: Frutos da Caatinga, com o professor Eliseu, da Universidade Estadual do Ceará.
Horário: de 14h às 15h

Dia: 28 de abril de 2021 (quarta-feira)

– Mesa-redonda: Boas práticas & Lições da Pandemia na Caatinga – Casos de Pentecoste e Quixeramobim. Participação do Secretário do Meio Ambiente, de Pentecoste, Daniel Pessoa Gomes da Silva.
Horário: de 9 às 10h30

– Trilha virtual nas unidades de conservação estaduais, Parque Estadual Sítio Fundão e Estação Ecológica do Pecém.
Horário: de 10h30 às 11h.

– Live musical: apresentação do cantor, compositor e instrumentista cearense, Juruviara. Com a participação do Secretário Artur Bruno.
Hora: 11h

– Solenidade de Entrega do Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, edições 2020 e 2021.
Horário:de 15h às 17h

– Apresentação virtual da Camerata de Cordas da Universidade Federal do Ceará (UFC).
– Lançamento do livro, “Saberes e Viveres da Caatinga”: II Conferência da Caatinga.
– Ato de Entrega do Prêmio Ambientalista Joaquim Feitosa, aos agraciados 2020 e 2021.
– Encerramento da Semana da Caatinga 2021, pelo Secretário Artur Bruno.

 

 

Ouça

Até o próximo dia 28 de abril, diversos atores debaterão assuntos relacionados ao bioma, como políticas públicas, conservação, gastronomia e cultura. A semana marca o Dia Nacional da Caatinga, celebrado em 28 de abril, e o tema central deste ano é: “As lições da pandemia”. Sobre o assunto, fala o secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno.

O secretário Artur Bruno destaca ainda o lançamento do documento lançado na Segunda Conferência da Caatinga.