PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Self-Service Literário: ação aproxima biblioteca e servidores da SSPDS durante a pandemia

29 de abril de 2021 - 17:23 # # # # #

Ascom SSPDS

“A leitura é, provavelmente, uma outra maneira de estar em um lugar”. A frase, atribuída ao escritor lusitano, José Saramago, nunca fez tanto sentido. Em um período em que o isolamento social é recomendado, a única viagem segura é através das páginas de um bom livro. Com esse propósito e para celebrar o quinto aniversário da biblioteca da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), comemorado nesta quinta-feira (29), a Coordenadoria de Gestão de Pessoas (Cogep) realiza o “Self-Service Literário”, facilitando o acesso dos servidores e colaboradores ao equipamento.

“Essa ação foi a forma bastante criativa que a nossa equipe aqui na Cogep desenvolveu para fazer com que o nosso acervo chegasse até os leitores com toda segurança necessária. Em razão da pandemia, muitos locais tiveram acesso limitado, e com essa ação, nós levamos a biblioteca até o nosso público, fazendo com que esse espaço permaneça sempre vivo”, detalha, com entusiasmo, o tenente-coronel Teógenes Coelho Correia, coordenador da Cogep.

Anualmente, a Coordenadoria realiza ações para celebrar o aniversário da biblioteca. Em edições anteriores, feiras culturais e visitação de estudantes dos colégios militares foram organizadas. Entretanto, com a necessidade de cumprir protocolos sanitários para evitar aglomerações, a biblioteca vai “passear” pelos blocos da Secretaria.

“O quinto ano representa a consolidação de uma ideia que está dando certo há meia década. Mesmo em um ambiente de dificuldade como a pandemia, a gente está criando outra forma de atender ao nosso público e manter o ambiente cultural aceso. Esse é o nosso propósito”, garante o coordenador.

A ação foi iniciada nesta quinta-feira e deve ser mantida até a próxima semana, fazendo com que parte do acervo circule em todos os blocos da SSPDS. Os leitores podem até fazer empréstimo de obras, por até 15 dias, preenchendo uma ficha no local. “Temos vários segmentos de livros aqui na biblioteca. Tem [livro] da área de segurança pública, mas também existem livros relacionados à saúde, autoestima, cultura, ficção e romance. Nosso acervo é bem variado e atende todo o nosso público”, detalha Nathalya Oliveira, da Cogep.

Sandro Caron, titular da pasta, fez questão de visitar o estande no primeiro dia e recebeu, através de Bárbara Anselmo Leitão, representante da Coordenadoria, uma edição do livro “Pajeú”, escrito pelo policial militar Júnior Feitosa. “Essa importante iniciativa da Cogep estimula, cada vez mais, entre os nossos profissionais da segurança pública, o hábito da leitura, que além de ser bastante agradável, é muito importante para todos nós”, disse.

Até sexta-feira (30), o “self-service” ficará no primeiro bloco da SSPDS. Entre os dias 3 e 4 de maio, a ação acontece no bloco dois, onde estão situados setores como a própria Cogep. Entre 5 e 6 de maio, é a vez do bloco três receber os livros (mesmo bloco onde está a Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança). Por fim, o serviço será encerrado em 7 de maio no bloco 4 (Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública e Assessoria Biopsicossocial).

O acervo

As obras disponíveis no acervo são frutos de doações feitas por integrantes das forças de segurança, servidores e até artistas da sociedade civil, sem nenhum custo adicional ao Governo do Ceará. A procura, ao longo dos cinco anos, é intensa. Atualmente, existem cerca de 270 usuários e 299 empréstimos cadastrados na plataforma Biblivre, desenvolvido pela Coordenadoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cotic) da SSPDS. É lá que o público-alvo do equipamento pode acessar o acervo da biblioteca.