PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Apoio às fiscalizações e ações ostensivas serão reforçadas pelas forças de segurança durante compras do Dia das Mães

6 de maio de 2021 - 17:06 # # # # #

Ascom SSPDS

Pelo segundo ano seguido, o Dia das Mães vai ocorrer durante a pandemia da Covid-19, período em que é preciso ter cuidado redobrado com as medidas restritivas para evitar a disseminação do vírus. Com objetivo de reforçar a fiscalização nesse momento em que a movimentação no comércio aumenta, órgãos de segurança pública estaduais e municipais se reuniram, na manhã desta quinta-feira (6), com representantes de entidades do comércio, com o objetivo de evitar aglomerações que facilitem a propagação da doença. As informações foram apresentadas em coletiva de imprensa ocorrida no Quartel do Comando Geral da Polícia Militar do Ceará (PMCE), em Fortaleza.

O secretário da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), Sandro Caron, o coronel comandante geral da PMCE, Márcio de Oliveira; o coronel comandante geral Ronaldo Roque; e o secretário Municipal da Segurança Cidadã, coronel Eduardo Holanda participaram da reunião. Representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio), Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e da Associação Brasileira de Shopping Centers no Ceará também integraram a mesa.

“Estamos aqui tratando detalhes para essa data que obviamente gerará uma maior movimentação, que é o Dia das Mães. Estamos ajustando todos os detalhes para que o Estado trabalhe em parceria com a atividade econômica. Ficam aqui o agradecimento e o registro da grande integração que temos e da parceria fundamental de todas essas entidades para que as normas do decreto sejam cumpridas”, iniciou Sandro Caron.

O gestor explicou como será o papel das instituições vinculadas à SSPDS durante a data. “De parte da Secretaria é um aumento de efetivo da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros justamente para auxiliar nessas fiscalizações, uma vez que haverá um movimento maior nas lojas. Também não esquecendo que de parte da PM haverá um aumento também do policiamento no que diz respeito a crimes que devemos coibir, como assaltos e outros”.

Aumento de efetivo

Em sua fala, o coronel comandante geral da Polícia Militar ressaltou que o efetivo da instituição terá um acréscimo de 30% no Centro, tanto para dar apoio aos órgãos de Saúde e Vigilância Sanitária no sentido de ações pedagógicas, quanto para reforçar a segurança pública de quem deverá frequentar o corredor comercial.

“Estaremos em reforço em todas as áreas comerciais do Estado, por meio das diversas frações de tropas disponíveis da Polícia Militar, com policiamento a pé, motorizado em motocicletas e em viaturas. Contaremos com policiais de cargos administrativos e policiais em horas extras. No Centro de Fortaleza, aumentaremos a capacidade operativa do policiamento a pé, que é a modalidade de policiamento mais eficiente ali no Centro, usando também motocicletas e bicicletas”, disse coronel Márcio de Oliveira.

O comandante da PM fala também do reforço que será feito no sábado, véspera do Dia das Mães. “Pretendemos aumentar no sábado em 30% o que é hoje, justamente para que possamos contribuir também com a redução dos crimes e o aumento da sensação de segurança. Ao todo, serão 70 homens a mais no sábado, que é quando ocorrerá o ápice da frequência de pessoas, diante do que foi passado pelas entidades do comércio aqui presentes”, revelou.

Caráter pedagógico

O secretário Municipal da Segurança Cidadã, Eduardo Holanda, complementou a fala do comandante geral da PMCE falando que as instituições de segurança pública municipal e estadual atuarão sempre em apoio aos órgãos de fiscalização, como a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis) e Vigilância Sanitária da Secretaria Estadual de Saúde (Sesa).

“As forças de segurança darão suporte às equipes de fiscalização propriamente ditas, basicamente da Agefis e da Vigilância Sanitária do Estado do Ceará. Sempre com o cunho pedagógico. Não é interesse aqui fazer nenhum tipo de interdição, nenhum tipo de autuação. O que nos interessa é a saúde e a segurança da nossa população”, destacou.

O gestor aproveitou e reforçou a importância do envolvimento das entidades para que o caráter pedagógico seja cada vez mais disseminado entre funcionários e população. “O cunho há de ser sempre pedagógico. Então é assim que a PMCE está agindo, o Corpo de Bombeiros, a Guarda Municipal, a Vigilância Sanitária, a Agefis e todos os demais órgãos que estão na fiscalização. Estamos colocando mais pessoas, que são exatamente as associações que já são parceiras nossas, para que elas também sirvam como elementos para levarem essa educação e essa pedagogia para todos. Por isso, essa ideia do Governo do Ceará, por meio do secretário Caron, de trazer essas associações, que já possuem todo um trabalho preventivo, para fazer valer as normas do decreto”, destacou.

“Além do reforço na segurança, ocorre ainda a orientação aos lojistas, com cartilhas orientativas que foram preparadas, visitas diárias nas lojas, também orientativas, e principalmente, sobre o uso de máscaras, o uso de álcool em gel, o controle da capacidade máxima de pessoas nas lojas, o que é extremamente importante. São medidas que vêm ocorrendo desde o período de retomada”, disse Wellington Oliveira, representante da Associação Brasileira de Shopping Centers no Ceará.