PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Projeto Virando o Jogo: Segunda edição conta com mais de mil jovens matriculados

7 de maio de 2021 - 14:25 # # # # # # #

Ascom Gabinete Vice-Governadoria - Texto e Fotos


Um total de 1.011 jovens iniciou nesta semana a segunda edição do Projeto Virando o Jogo, política pública do Governo do Estado que faz parte do Programa Superação e conta com a execução da Vice-Governadoria em parceria com a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). A ação, direcionada para jovens que não estudam e não trabalham, possui como principal objetivo a oferta de atividades de cunho socioeducativo, de qualificação profissional, na perspectiva de fomentar o retorno desse público ao ambiente escolar, além de fortalecer vínculos familiares e comunitários.

Neste primeiro momento, os jovens matriculados irão passar por um curso chamado “Introdução ao ambiente de aulas remotas/ferramentas Google”, totalmente online, cujo conteúdo é voltado para ajudar neste ambiente de estudo à distância e outros recursos tecnológicos. O curso acontece até o dia 14 deste mês e é preparatório para que posteriormente se dê início à primeira fase do Virando o Jogo, visando a formação cidadã dos jovens.

Vice-governadora do Ceará, Izolda Cela destacou a importância do Virando o Jogo no dia a dia e também pensando no futuro de vários jovens de Fortaleza. “O projeto trabalha para conseguir ampliar as capacidades dos jovens, para proporcionar uma vida de conquistas, de melhor trabalho, uma vida que possa ajudar o retorno de todas essas pessoas ao ambiente escolar”, disse.

Primeira edição

Mesmo com a entrada de mais de mil jovens com o início da segunda edição do Virando o Jogo, um total de 611 inscritos seguem finalizando a última fase da primeira edição da ação, iniciada ainda em dezembro de 2019. Apesar de todos os problemas causados pela pandemia de Covid-19, as atividades, que acabaram sendo transferidas para a plataforma online, não foram interrompidas. Com isso, os jovens tiveram acesso a diversas tarefas e aulas remotas voltadas para a qualificação profissional, além de oficinas temáticas de acordo com a escolha de cada um.

Assessora especial da Vice-Governadoria, Carla da Escóssia ressaltou o acompanhamento psicológico e social feito pela ação com as famílias dos matriculados. “Um grupo de psicólogos e assistentes sociais permanentemente tem contato com as famílias. São feitos atendimentos individuais com os jovens, algo bastante importante neste momento difícil de pandemia. É também um objetivo do Virando o Jogo dar esse suporte emocional para todas as pessoas atendidas pelo projeto”, comentou.

Áreas de atuação

Diferentemente do que aconteceu com a primeira edição do Virando o Jogo, quando somente quatro áreas de Fortaleza foram contempladas, na segunda edição da ação a área de atuação do projeto foi expandida e agora um total de 24 bairros serão atendidos. Os locais são escolhidos através de critérios que levam em conta dados socioeconômicos, números relativos à população na faixa etária de 15 a 19 anos, como índices de quantidade de jovens por área e evasão escolar, entre outros.

Área 01: Cais do Porto, Mucuripe, Vicente Pinzón e Lagamar;
Área 02: Barra do Ceará, Carlito Pamplona, Moura Brasil e Pirambu;
Área 04: Autran Nunes, Bonsucesso, Genibaú, Granja Portugal e Pici;
Área 05: Bom Jardim, Granja Lisboa, Manoel Sátiro, Siqueira, Planalto Ayrton Senna;
Área 06: Barroso, Conjunto Palmeiras, Curió, Jangurussu e Passaré