PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Izolda Cela participa de abertura da primeira oficina para Pacto Colaborativo pela Não Violência à Mulher

11 de maio de 2021 - 16:40 # # # #

Ascom ViceGov

A vice-governadora do Ceará, Izolda Cela, participou na tarde desta terça-feira (11) da abertura da primeira oficina para o Pacto Colaborativo pela Não Violência à Mulher. A ação tem apoio do Governo do Estado em parceria com a Universidade Federal do Ceará (UFC), o Grupo Mulheres do Brasil, o Íris, Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará, além de outras entidades.

Izolda Cela aproveitou a ocasião para comemorar a criação de eventos voltados para o debate acerca da proteção das mulheres, além de lembrar a importância de ações assim visando o futuro da sociedade como um todo. “Essa oficina promete ser bastante construtiva, participativa. A expectativa é que renda bons frutos pensando no hoje e também no futuro. Que possamos aprimorar nossos esforços para uma melhor proteção das mulheres”, pontuou.

Líder do Grupo Mulheres do Brasil/Núcleo Fortaleza, Annete Reeves corroborou com a fala da vice-governadora e também comentou sobre o papel da sua instituição dentro da discussão em pauta na oficina. “Fico feliz pelo Grupo Mulheres do Brasil conseguir reunir tantos membros. Hoje somos mais de 80 mil membros no Brasil e no exterior. Tentamos sempre fazer nossa parte visando buscar um país melhor para todos”, disse.

Sobre o Pacto

O Pacto Colaborativo tem a finalidade de estabelecer uma conversa com instituições públicas e privadas para agir de forma preventiva contra a violência doméstica. Isso ocorre principalmente através de programas e serviços oferecidos às vítimas. A ação também pretende que as empresas almejem em seus planos de gestão uma visão social, implantando ações eficientes de alcance na população.

O evento desta terça, realizado e transmitido através da internet, contou também com as presenças do cientista-chefe da Transformação Digital do Governo do Ceará, José Antônio Macêdo, e da secretária executiva de política para as mulheres da SPS, Denise Aguiar.