PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

HMJMA celebra atuação dos mais de 300 trabalhadores da Enfermagem

12 de maio de 2021 - 14:43 # # # # # #

Diana Vasconcelos - Ascom HMJMA - Texto
John Lennon Holanda - Foto

Atuando no Hospital e Maternidade José Martiniano de Alencar (HMJMA), da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa), há 38 anos, a enfermeira Sônia Barroso, de 63, se orgulha em dizer que é uma das profissionais mais antigas da unidade. “Este foi meu primeiro emprego, foi nele onde me realizei profissionalmente e cresci como enfermeira e como ser humano”, diz.

Sônia afirma se sentir privilegiada por ser feliz em sua profissão. “Cheguei a fazer uma segunda graduação, Administração Hospitalar, mas nunca exerci porque a gente vai gostando do ofício e não quer mais deixar. Mas descobri muito da Administração na Enfermagem, porque a gente administra a rotina do paciente, horários, necessidades, tudo. Eu trouxe a Administração para o meu dia a dia e acho que fiz um bom trabalho”, destaca.

Conhecimento que a profissional trouxe, inclusive, no exercício durante a pandemia de Covid-19. Há oito anos, Sônia se dedica à Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do hospital e, assim como os colegas, está dando sua contribuição para manter profissionais e pacientes em segurança durante o período dentro da unidade. “É um momento desafiador”, pontua ela, complementando que o período ficará gravado em suas memórias, assim como muitos outros.

Sônia Barroso, de 63 anos, atua há 38 no HMJMA

Ouvir e cuidar

A veterana disse ter entendido o significado da Enfermagem há muito tempo, já nos primeiros anos de atuação. “Enfermagem é tudo, tudo que envolve o cuidado do paciente, desde o tratamento da doença até o ouvir, estar lá por ele”, descreve. Por isso, ela segue firme na luta contra a pandemia junto aos colegas de profissão. Entre eles, a enfermeira Jakelina Rogério Nogueira Al-Alam, de 36 anos, uma das primeiras pessoas no Ceará a produzir face shields (proteção facial) para garantir a segurança de profissionais de saúde, ainda em 2020.

“Um dos momentos em que mais me senti realizada como enfermeira. Poder ajudar na proteção dos meus colegas profissionais de saúde, com a produção de face shields, equipamento de proteção individual essencial para o combate ao coronavírus”, lembra. “A confecção ocorreu no início da pandemia e, naquele momento, não havia esse EPI disponível. Com a ajuda do meu marido, confeccionamos 200 protetores faciais em uma impressão 3D”, continua Jakelina, orgulhosa.
Humanização

Além da dedicação, a Enfermagem se pauta pela humanização e bem-estar no atendimento de cada paciente. “Eu estava muito nervosa e ela segurou minha mão”, rememora a dona de casa Ivanilde Rocha, de 58 anos, que passou por cirurgia de emergência em 2020 no Hospital Martiniano de Alencar. “Não esqueci, estavam sempre lá, pessoas tão boas”, afirma, já recuperada da remoção da vesícula. “Desejo tudo melhor para todos eles, pois merecem”.

O HMJMA conta com 334 profissionais de Enfermagem. “E desejamos a todos um dia especial, dignos de sua dedicação e profissionalismo. Deixo aqui nosso agradecimento”, parabeniza a diretora-geral da unidade, Silvana Furtado Sátiro. Nesta quarta-feira (12), a unidade terá ações pontuais para celebrar a data e a atuação de enfermeiros, enfermeiras e técnicos.