PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

“Enem Chego Junto, Chego Bem” inicia ações de reforço à preparação de alunos para o Exame

25 de maio de 2021 - 15:56 # # # # # #

Bruno Mota - Ascom Seduc

O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), fez o lançamento da edição de 2021 do projeto “Enem Chego Junto, Chego Bem.” A iniciativa é desenvolvida, desde 2012, com a finalidade de mobilizar e preparar os estudantes da 3ª série do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O evento de lançamento foi transmitido pelo canal da Coordenadoria de Formação Docente e Educação a Distância da Seduc (Coded/CED) no YouTube e contou com a participação da secretária da Educação, Eliana Estrela.

Também estiveram presentes na cerimônia a secretária executiva do Ensino Médio e Profissional da Seduc, Jucineide Fernandes; a diretora da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Mário Alencar, Mayumi Lopes; a estudante Laura Batista, da Escola de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTI) Alda Ferrer Augusto Dutra; o estudante universitário Matheus Bezerra, egresso da Escola de Ensino Médio (EEM) Fenelon Rodrigues Pinheiro; a analista de projetos da Fundação Demócrito Rocha (FDR), Emanuela Fernandes; e o palestrante motivacional Dyego Feitosa. O coordenador da Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede) 20, Roberto Araújo, foi o mediador do diálogo.

A ação ocorre de forma complementar ao trabalho diário desenvolvido pelos professores e gestores nas escolas. A exemplo de 2020, devido à necessidade de manutenção do distanciamento social, a programação do Enem Chego Junto, Chego Bem será realizada de forma virtual.

Eliana Estrela considera que a abertura do Enem Chego Junto, Chego Bem é uma grande festa para a rede pública estadual. “Trata-se de uma política de Estado importante, que se firmou de fato, porque entendemos que o Exame não se resume aos dias de prova, mas faz parte da rotina escolar, desde o momento em que o aluno ingressa no Ensino Médio. A escola pública cearense é referência, e a universidade está de portas abertas para receber cada um dos nossos jovens. Se olharmos para alguns anos atrás, veremos que poucos alunos da escola pública ingressavam no Ensino Superior. Hoje, são mais de 20 mil. E queremos muito mais”, enfatiza a secretária.
Superação

O ex-aluno da rede estadual, e hoje universitário, Matheus Bezerra lembra que o ano de 2020 foi atípico em vários sentidos, tendo-lhe exigido um processo de adaptação para a continuidade dos estudos.

“A pandemia me trouxe o desafio de encontrar uma rotina. Trabalhava pela manhã e à noite, e à tarde acompanhava as aulas remotas. Também era presidente do Grêmio da minha escola. Com tudo isso, eu insisti, porque sempre soube que somente pela educação poderia encontrar uma saída, uma mudança de vida. Considero o ano de 2020 um deserto. Mas, os desertos também dão frutos, e eu me considero um desses frutos. Não justifiquei os maus resultados que tive por causa da pandemia, mas, ao contrário, corri atrás e busquei melhorar, assim como muitos outros jovens. Fui aprovado no curso de Pedagogia na Uece (Universidade Estadual do Ceará) e no curso de Farmácia na UFCG (Universidade Federal de Campina Grande-PB), não só pelo meu esforço, mas também pelos professores, que desde sempre me apoiaram”, ressalta.

A estudante Laura Rodrigues, que cursa a 3ª série do Ensino Médio na EEMTI Alda Ferrer Augusto Dutra, em Lavras da Mangabeira, explica que organizou um cronograma de estudos ainda no início deste ano, a fim de otimizar o tempo em prol da aprendizagem.

Todas as pessoas têm realidades diferentes e precisam se adequar às suas próprias necessidades. O que nos une é a vontade de querer sempre mais. Minha escola funciona em tempo integral, e por isso a adaptação ao remoto foi um pouco complicada no início. Precisei me habituar à ideia de estudar sozinha, quando estava acostumada ao contato direto. Mas, não nos deixamos abalar e permanecemos firmes. As lembranças que levaremos serão desses momentos e, mesmo à distância, criamos recordações e histórias. O “Enem Chego Junto, Chego Bem” é uma grande oportunidade. Aconselho a cada um que a aproveite”, frisa a jovem.

 

Certificação

Um dos principais diferenciais em relação à edição anterior do projeto é a possibilidade de obtenção de certificado pela participação nas live aulas transmitidas por meio do canal da Coded/CED no Youtube. Para tanto, o estudante deverá fazer cadastro no Sistema de Inscrição e Certificação (SIC-CED), por intermédio do Portal Aluno Online, e registrar frequência para cada aula de que participar.

A diretora da EEEP Mário Alencar, em Fortaleza, Mayumi Lopes, observa que existem três fatores essenciais ao sucesso do projeto. “O primeiro deles é a sistematização do processo, com a realização de várias etapas. Isso nos aproxima enquanto rede, pois todas as escolas passam por esses momentos. O segundo ponto é o fator da criatividade, que acontece principalmente nas etapas de motivação e preparação dos estudantes, com a colaboração de vários profissionais em cada escola. Um terceiro ponto é a intencionalidade, pois nada faria sentido se os jovens não abraçassem a ideia. Precisamos ser intencionais. Digo a todos que sonhem e ousem bastante”, salienta.

A secretária executiva do Ensino Médio e Profissional, Jucineide Fernandes, explica que a execução do projeto conta com o envolvimento de grande número de pessoas, a fim de que o planejamento seja concretizado. “Este ciclo de acompanhamento tem o objetivo de que os jovens entrem no curso de seus sonhos, após terem concluído os anos de educação básica, a partir do empenho pessoal, mas também com todo o suporte que a escola oferece, por meio das ações que desenvolvemos”, destaca.

Enem Mix

A analista de projetos da FDR, Emanuela Fernandes, atenta que a programação do Enem Mix está no sexto ano consecutivo. “O Enem Mix é um projeto que acompanha e auxilia a preparação do “Enem Chego Junto, Chego Bem.” Queremos dizer aos estudantes que estamos junto com vocês, fazendo essa caminhada para despedir-se do Ensino Médio de uma maneira inesquecível. Em anos anteriores, tivemos auditórios lotados, com as pessoas juntas e se abraçando, mas precisamos seguir da maneira que é possível, com um conteúdo relevante. Pensando nisso, o Enem Mix virtual acontecerá novamente em 2021, pois existe um grande compromisso de proporcionar boas experiências aos alunos, apesar da distância e da situação que vivenciamos”, analisa.

O palestrante motivacional Dyego Feitosa pondera que a escola é um espaço insubstituível, mas reconhece a vantagem de poder contar com o ambiente virtual para trabalhar. “O problema não é fazer planos, mas executá-los. Muitas pessoas já montaram horários de estudos, e não conseguiram cumpri-los por uma semana sequer. Eu vivi isso enquanto aluno. Não queremos só dar mais aulas, mas, emancipar vocês pelo conhecimento. Para que se tornem protagonistas da própria história, e para pararem de ser reféns do que os outros dizem. Cada um precisa construir a própria trajetória”, enfatiza.