PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Maio tem crescimento de 102% no número de registro de empresas

7 de junho de 2021 - 09:58 # # # # # #

Cecília Marques e Bianca Braga - Ascom Jucec - Texto
Nívea Uchoa - Ascom Casa Civil - Foto

Com recuperação econômica no Estado do Ceará, o mês de maio apresenta valores positivos em aberturas de empresas

O mês de maio de 2021 apresentou o balanço de 8.455 novas empresas no Ceará, de acordo com os dados levantados pela Junta Comercial do Estado do Ceará (Jucec). O valor foi mais que o dobro em comparação ao mesmo mês em 2020, que teve 4.182. Embora a economia do estado esteja em recuperação gradual devido à pandemia do Covid-19, a diferença entre os dois períodos é de 102% a mais no registro de empresas.

Com o avanço da vacinação no Estado do Ceará, 2.756.358 pessoas foram vacinadas até o fim de maio, muitos empreendedores se sentiram incentivados a investir em um novo negócio. Esse aumento de pessoas imunizadas no estado possibilitou a reabertura do comércio e muitas possibilidades para novos empresários. Em consequência dessa ação, os Microempreendedores Individuais (MEI) são 82% do total de constituições, representando a maior parte das empresas registradas no mês.

Segundo a presidente da Jucec, Carolina Monteiro, esses números se devem à reabertura da economia que está sendo feita de maneira gradual e responsável pelo Governo do Ceará e as políticas de simplificação da Jucec. Ela ainda enfatiza que a tendência dos números em 2021 são de cresceram cada vez mais com a vacinação para o público em geral que tem início neste domingo (06).

Em relação aos setores, o maior destaque foi o de serviços, que apresentou 4.500 novos negócios. Logo em seguida o de comércio, 3.086, e de indústria, 869. De acordo com o vice-presidente da Jucec, Caio Rodrigues, os resultados positivos se devem também à facilitação do processo de abertura de negócios ao torná-lo digital, seguro, integrado e dinâmico.

Enquanto isso, o mês de maio de 2021 apresentou mais empresas fechadas, 2.735. Já em relação ao mesmo mês de 2020 e 2019, foram 1.460 e 2.877 fechamentos, respectivamente. Ainda assim, ao calcular o saldo entre aberturas e fechamentos, os números de 2021 superam os dos anos anteriores. Este ano o saldo foi de 5.720, em 2020 de 2.722 e 2019, 4.093.

Janeiro a maio de 2021

Em um comparativo do começo de 2021 até o final de maio, os resultados também são positivos. Se comparado com o mesmo período do ano anterior, foram 45.686 empresas contra 31.694 em 2020. Ao equiparar com 2019, mesmo antes dos efeitos da pandemia, o valor é de 33.852. Quanto aos encerramentos desse período, os valores de 2021, 2020 e 2019 foram 14.638, 11.217 e 13.360, respectivamente.