PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Solidariza Pecém entrega cestas básicas para comunidades carentes da região

10 de junho de 2021 - 15:32 # # # # # # #

Áquila Leite - Ascom Porto do Pecém - Texto

Campanha arrecadou mais de 6,8 toneladas em itens alimentares e de limpeza doméstica

Iniciada no dia 5 de maio, a campanha Solidariza Pecém 2021, que contou com a contribuição voluntária de colaboradores e empresas instaladas no Complexo do Pecém, conseguiu arrecadar, ao longo de um mês, mais de 6,8 toneladas em itens alimentares e de limpeza doméstica, que foram distribuídos em 399 cestas básicas. Na manhã desta quinta-feira, 10, foi iniciada a entrega desses produtos para comunidades carentes que vivem no entorno do Pecém e enfrentam ainda mais dificuldades em decorrência da pandemia da Covid-19.

A primeira comunidade beneficiada pela campanha deste ano, que chega a sua segunda edição, foi a do Cumbuco, onde foram entregues, durante a manhã, 133 cestas básicas. Ao longo desta sexta-feira, 11, mais 133 kits serão entregues no Pecém, assim como outros 133 na região da Taíba. Cada cesta básica, incluindo os produtos de higiene doméstica, pesa cerca de 17,250 kg.

“Sou marisqueira, filha e esposa de pescador, e posso dizer que essas cestas básicas são uma grande ajuda neste momento. Estamos passando por um tempo muito difícil com essa pandemia, onde tudo caiu, inclusive a pesca”, comenta Francisca Andréa Silva, de 42 anos. Ela conta, ainda, que costuma participar das ações sociais promovidas pelo Complexo do Pecém na região.

Além das cestas, que foram higienizadas antes de serem entregues, as famílias beneficiadas também receberam um kit com um frasco de álcool 70%, material informativo sobre os cuidados de higiene durante a pandemia e quatro máscaras de tecido triplo, confeccionados por costureiras e artesãs da própria região, através do Projeto Rede Protege, do Programa de Educação Ambiental do Porto do Pecém. Uma dessas profissionais foi a dona Emilce de Jesus, de 52 anos, que também recebeu sua cesta básica e agradeceu o apoio “duplo”.

“Participei da confecção das máscaras durante a primeira e a segunda edição do projeto, desde quando começou a pandemia. É muito bom receber essa ajuda, porque está difícil e essa feira vai ajudar bastante. Quanto às máscaras, sinto como um reconhecimento do trabalho. Seria bom até se mandassem fazer mais”, brinca a costureira, que é moradora do Cumbuco há 27 anos.

Responsabilidade Social

Segundo a diretora de relações institucionais do Complexo do Pecém, Rebeca Oliveira, desde o ano passado, quando a pandemia teve início no Ceará, o entendimento é de que o Complexo tem um papel social muito importante no suporte às comunidades que vivem no entorno do Pecém. “Fizemos o primeiro projeto Solidariza, que foi um sucesso, e, quando a gente viu que a pandemia não havia cessado e que as dificuldades continuaram, a gente decidiu lançar a segunda edição da campanha, com o apoio dos nossos colaboradores. Felizmente, conseguimos arrecadar as cestas para as três comunidades”, diz.

Ainda conforme Rebeca, o principal intuito da campanha sempre foi “colaborar com a comunidade que está aqui no nosso entorno, pois nos achamos responsáveis por eles, que estavam aqui antes mesmo do porto chegar”.

A primeira edição da campanha Solidariza Pecém foi realizada entre maio e julho de 2020. Na ocasião, 12 comunidades do entorno do Pecém foram beneficiadas com a doação de 2.261 cestas básicas, 492 unidades de alimentos não perecíveis e 1.320 kits de higiene para famílias em situação de vulnerabilidade social.