PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Linha Sul do Metrofor completa 9 anos de operação

17 de junho de 2021 - 10:23 # # # # # # #

Ascom Metrofor - Texto

A Linha Sul do Metrô de Fortaleza completa nesta semana nove anos de operação, sob gestão da Companhia Cearense de Transportes Metropolitanos, com estações, vias férreas, trens e tecnologias de Metrô. Sendo, portanto, o primeiro Metrô do Ceará.

A estrutura atual da Linha Sul começou a ser inaugurada em 15 de junho de 2012, data em que teve início a sua operação assistida, ligando a estação Carlito Benevides, em Pacatuba, à estação Parangaba, em Fortaleza, em um trecho de 15 km de extensão. Nos meses seguintes, novos trechos foram inaugurados, completando 24,1 km de via até a estação Chico da Silva, no centro de Fortaleza.

Desde a inauguração até 2020, a Linha Sul realizou 46,1 milhões de embarques, em um ritmo constante de evolução, registrando crescimento de passageiros todos os anos. Esse crescimento só foi interrompido em 2020, devido às restrições operacionais e à queda nas atividades econômicas trazidas pela pandemia de Covid-19.

Atualmente, a Linha Sul é a maior via de transporte de passageiros sobre trilhos em operação no Ceará, em extensão, em número de estações (20) e em passageiros transportados – em média, 34 mil por dia útil – em condições normais de operação.

A linha interliga Fortaleza e os municípios de Maracanaú e Pacatuba. São realizadas até 136 viagens diariamente, nos dois sentidos, com trens elétricos que podem chegar a uma velocidade máxima de 70 km/h, beneficiando milhares de cearenses.

De uma ponta a outra da linha, o percurso dura aproximadamente 35 minutos, sendo este o meio de locomoção mais rápido entre as cidades de Pacatuba, Maracanaú e Fortaleza. Os trens são estáveis e oferecem conforto aos passageiros, tais como assentos acolchoados, ar condicionado e portas automáticas.

Um pouco de história

No fim dos anos de 1.800 já circulavam trens no trecho onde hoje é localizada a Linha Sul do Metrofor. Nessa época, a linha se chamava oficialmente Estrada de Ferro de Baturité, mas também era conhecida como Linha Tronco Sul, nome que deu origem ao atual nome da linha.

Era uma extensa linha férrea com cerca de 600 km de extensão, e cortava boa parte do Ceará, saindo de Fortaleza em direção ao sul do Estado, chegando até às cidades de Juazeiro do Norte e Crato. Além de passageiros, os trens da Linha Tronco Sul também transportavam mercadorias. Eram, por isso, chamados de “trem misto”.