PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Sesa inicia monitoramento de vacinação contra a Covid-19 em Guaramiranga após imunizar 100% da população adulta

12 de julho de 2021 - 14:41 # # # # # # #

Fátima Holanda - Ascom Sesa - Texto e foto

Município concluiu a imunização de primeiras doses em toda a população adulta (acima de 18 anos) cadastrada na plataforma Saúde Digital

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio do Laboratório de Saúde Pública do Estado (Lacen) e da Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica e Prevenção em Saúde (Covep), dá início ao monitoramento da eficácia da vacinação contra a Covid-19 nos moradores de Guaramiranga nesta terça-feira (13). O município é o primeiro do Ceará a imunizar 100% da população adulta (a partir de 18 anos).

Com 4.607 pessoas tendo recebido pelo menos uma dose da vacina, número superior aos 4.002 adultos estimados no último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Sesa vai realizar inquérito que avaliará a resposta imune, por meio de sorologia, de anticorpos neutralizantes e dará seguimento dos casos de RT-PCR positivos.

Na manhã da última sexta-feira (9), uma equipe do Lacen visitou a estrutura do local onde serão coletadas as amostras para o estudo. “Vamos avaliar como é que a vacina se comporta diante de uma situação comum, pois, nos laboratórios, a situação é mais controlada. Iremos ver a eficácia em uma população real, porque temos pessoas com perfis diversos e vacinas diferentes”, explica Magda Almeida, secretária executiva de Vigilância e Regulação da Sesa.

Nesta terça, cerca de 300 pessoas serão chamadas inicialmente para tomar a segunda dose do imunizante da CoronaVac/Butantan, momento em que também será coletado material para o monitoramento. Ao todo, 2.600 pessoas participarão do estudo.

“Iremos acompanhar e entender como é que a Covid-19 se comporta com a vacina. Isso é importante porque, a partir dos conhecimentos que observarmos nesta população, poderemos traçar estratégias e políticas mais efetivas de combate à doença no Estado”, destaca Magda Almeida.

A iniciativa tem a participação da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) no Estado, além da Secretaria de Saúde de Guaramiranga.