PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Banhistas podem contar com 16 praias próprias para banho na orla fortalezense

16 de julho de 2021 - 12:43 # # # #

Ana Luzia Brito - Ascom Semace - Texto
Lincoln Davi - Foto

Banhistas da orla fortalezense podem contar com 16 praias próprias para banho, de acordo com o novo boletim de balneabilidade da Superintendência Estadual do Meio Ambiente (Semace) desta sexta-feira (16/07). O documento é divulgado toda semana pela Gerência de Análise e Monitoramento da autarquia, que realiza o monitoramento de 32 trechos da orla marítima de Fortaleza.

No litoral Leste, com mais pontos adequados para a recreação primária, nove se apresentam próprios, compreendidos entre o Farol até a rua Ismael Pordeus e os postos dos Bombeiros 01 ao 07/08, foz do Rio Cocó e Sabiaguaba. Os postos impróprios estão localizados entre os postos dos Bombeiros 08 e o posto 11 do documento, compreendido por um trecho do Farol.

Já no trecho Centro, cinco pontos estão próprios: eles vão do espigão da Av. Desembargador Moreira até o Aquário. Os postos 12 ao 15, entre a Praia dos Botes, Farol, Volta da Jurema até a foz do Riacho Maceió, estão impróprios. O trecho 16 apresentou dificuldades no momento da coleta, porém, por motivo de obras no local.

Oeste vem em terceiro lugar no ranking de balneabilidade adequada: o trecho mostra apenas um ponto favorável: entre a Av. Philomeno Gomes até a Rua Padre Mororó. A praia da Barra do Ceará, um dos pontos mais procurados dessa região para recreações, está imprópria.

A Semace informa que ligações clandestinas de esgotos, ocorrência de chuvas (que levam sujeira para o mar através das galerias pluviais), condições de maré, presença de animais, disposição inadequada de resíduos sólidos e adensamento urbano próximo, são fatores que podem influenciar na qualidade das águas da orla.

A recomenda-se, antes de qualquer recreação ao mar, que banhistas confiram o boletim de balneabilidade disponível no site da autarquia ou através do aplicativo Semace Mobile.

Confira o boletim completo clicando aqui.