PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Seminário que debate criação da primeira Unidade de Conservação dos açudes da RMF ocorre nesta quarta (21)

19 de julho de 2021 - 09:27 # # # # # # #

Ana Luiza Soares - Ascom Cogerh - Texto

Em mais um passo rumo a criação da primeira Unidade de Conservação que abrange os três principais açudes da região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) vai promover um Seminário de Divulgação sobre o tema na próxima quarta-feira, 21 de julho, às 9h. O projeto é realizado com o apoio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema).

O evento, intitulado Seminário de Divulgação da Proposta de Criação de Unidade de Conservação Estadual nos Açudes Pacoti, Riachão e Gavião, será transmitido ao vivo pelo canal oficial da Sema no YouTube e terá uma programação focada em informar à sociedade sobre os detalhes do estudo que será realizado para a criação da Unidade, as etapas de implementação do projeto e a importância do espaço para a proteção dos recursos hídricos da Região Metropolitana de Fortaleza.

Comitês de Bacias Hidrográficas, estudantes, órgãos públicos e sociedade em geral poderão participar do seminário e fazer contribuições ao tema no âmbito da criação da Unidade de Conservação.

Para o Diretor Presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, a primeira Unidade de Conservação de reservatórios da RMF será um legado para a população e ajudará a proteger e preservar os reservatórios inseridos na região metropolitana de Fortaleza. “O espaço também vai contribuir para evitar os usos irregulares e assegurar o abastecimento da região metropolitana”, reforçou o Presidente.

Saiba como participar do Seminário

Link para transmissão ao vivo do Seminário – Canal da Sema 

Link para inscrições (necessário para emissão de certificado de participação): https://bit.ly/2SEgbIN

Link para baixar o zoom https://zoom.us/support/download

Sobre o Projeto

O projeto da Unidade de Conservação contempla os três principais açudes da RMF: Pacoti, Riachão e Gavião e abrange uma área de 173 km². A Unidade percorrerá os municípios de Pacatuba, Itaitinga, Guaiuba, Aquiraz, Horizonte e Pacajus.

Os estudos de implementação do projeto serão divididos em cinco etapas, distribuídos em fases, tais como: Plano de Mobilização Social, Levantamentos do Meio Físico, Biótico, Socioeconômico e Fundiário, Levantamento dos Impactos Ambientais e Consultas Públicas.