PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Pessoas vivendo com HIV/Aids têm até sexta (23) para retirar cestas básicas de julho

22 de julho de 2021 - 14:02 # # # # # # #

Ascom Sesa

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) distribui mensalmente cestas básicas para a população vivendo com HIV/Aids. Nestas quinta (22) e sexta-feira (23), a pasta entrega os insumos para os beneficiários cadastrados na plataforma Saúde Digital com as iniciais de S a Z e para os faltosos que não buscaram as cestas no período de 12 e 21 de julho.

A distribuição ocorre na Coordenadoria de Políticas de Assistência Farmacêutica (Copaf), localizada na Avenida Washington Soares, 7605, em Messejana – Fortaleza.

A Sesa se estruturou e planejou ações para atender as pessoas inscritas no Programa Cestas Básicas às Pessoas que Vivem com HIV/Aids (PCBPVHA). Já foram entregues 644 cestas nos meses de maio e junho. “Planejamos da equipe ao local de entrega. Queríamos que o usuário fosse bem atendido, com um equipe capacitada, e se sentisse acolhido, em um local amplo e seguro”, afirma Raquel Magalhães, orientadora da Célula de Vigilância Epidemiológica (Cevep)

A localização escolhida também foi pensada para garantir melhores condições sanitárias, principalmente neste momento de pandemia da Covid-19. “Além da limpeza do local, optamos também por um local amplo, arejado, em que fosse possível obedecer o distanciamento social“, complementa Magalhães.

Quem estiver em fila de espera para receber a cesta, deve entrar em contato pelo número (85) 3219-5539 para verificação de possível agendamento. A Sesa reforça que, no momento, não estão abertas inscrições para novos cadastros.

Critérios de participação

Para receber o suporte nutricional, é preciso ter o diagnóstico de HIV/Aids, residir no Ceará, estar vinculado a um serviço de saúde e com adesão ao tratamento, além de estar cadastrado previamente na plataforma Saúde Digital. Pessoas a partir de 60 anos, gestantes (em qualquer idade gestacional) e pessoas em tratamento para tuberculose durante a vigência do benefício têm prioridade.

Caso a pessoa beneficiada não realize a retirada da cesta básica por três meses consecutivos, abandone o tratamento da infecção por HIV/Aids ou o tratamento de tuberculose durante o período do programa, haverá desligamento do auxílio. Também deixam de receber as cestas pessoas que mudaram de endereço para outro Estado.