PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Hospital de Saúde Mental utiliza argila como recurso terapêutico para pacientes internados

28 de julho de 2021 - 12:08 # # # # # #

Milena Fernandes - Ascom HSM -Texto
Brauliana Barbosa - Fotos

Atividades estimulam linguagem artística e promovem contentamento para pessoas com sofrimento psíquico

A arteterapia no Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), equipamento da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), tem sido um dos recursos utilizados no tratamento de pacientes internados na unidade hospitalar, que é referência em atendimento psiquiátrico no Estado. Pinturas em tela, desenhos, colagens, dança e outras manifestações artísticas são estimuladas junto aos pacientes pelas terapeutas ocupacionais e psicólogos do hospital. “A arte nos ajuda a observar o sofrimento psíquico pelo qual estão passando, trazendo uma reflexão verbal e um alívio de projeção para o papel, para a tela e para as peças artesanais que produzem”, explicou a psicóloga Clarisse Missiê. As atividades ocorrem três vezes por semana, em espaço aberto, com grupos divididos durante o dia.

Uma das oficinas realizadas, a de argila, despertou atenção e interesse da vendedora J.C.M, de 34 anos, internada para tratamento psiquiátrico. Ela afirmou que, durante a atividade, distraiu a mente e conseguiu descarregar as angústias. “Adorei mexer com argila. Fiz a representação das coisas que mais amo: panela de barro para cozinhar, bola de futebol, garrafa de café e um menino e uma menina, que representam meus filhos, que são tudo para mim”.

Arteterapia é realizada com os pacientes três vezes por semana, em espaço aberto

A paciente C.M, de 47 anos, também disse que tocar na argila mexeu com muitos sentimentos importantes e trouxe leveza. “Eu me lembrei de coisas boas, principalmente do amor de Jesus em minha vida, da bondade e do amor ao próximo. Senti um bem-estar depois de realizar essa atividade”.

Processo terapêutico

A terapeuta ocupacional Maruza Cavalcante, que conduziu a oficina, explica que a arteterapia é um processo terapêutico que se utiliza do recurso expressivo para conectar os mundos internos e externos do indivíduo, por meio de sua simbologia. “Utilizamos a argila como recurso terapêutico para trabalhar a linguagem artística como base da comunicação entre o paciente e o profissional, além de promover um contentamento para a pessoa com sofrimento psíquico, uma vez que a arteterapia propicia mudanças nos campos afetivo, interpessoal e relacional, promovendo a criatividade, consciência de si mesmo, alívio da ansiedade e, muitas vezes, o resgate da memória a longo prazo”.

A coordenadora do Centro de Terapia Ocupacional e Fisioterapia do HSM, Marcionília Andrade, avalia que esse tipo de atividade vem contribuindo com uma melhora significativa do paciente. “O uso da argila como recurso terapêutico vem promovendo a criatividade, expressões de sentimentos, a consciência de si mesmo e tem um enorme benefício naqueles que procuravam alívio da ansiedade”, observou.