PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Agenda de missão internacional efetiva negócios e contatos para compra de vacinas

11 de agosto de 2021 - 13:08 # # # # # # # # #

Paola Vasconcelos - Ascom Casa Civil - Texto e Fotos


Prospecção de empresas na área automobilística, tecnologia, energia, contatos institucionais, assinaturas de protocolos de intenção, reuniões com laboratório de vacinas e de fabricantes de produtos de saúde, como farmacêuticos, equipamentos hospitalares, além de contatos diplomáticos e com bancos de fomento compuseram o conjunto de ações da agenda da Missão à China 2021 do Governo do Ceará. Mesmo na pandemia, o Estado, com segurança, foi arrojado e desbravou fronteiras para garantir vacinas e fazer contatos internacionais.

Com a participação da Assessoria para Assuntos Internacionais, por meio do assessor especial Cesar Ribeiro, a missão aconteceu seguiu todos os protocolos sanitários estabelecidos pelos governos da China, além de isolamento na chegada ao Brasil. Sob determinação do governador Camilo Santana, grande parte da agenda foi voltada para contatos com laboratórios chineses fabricantes de vacinas, com objetivo de adquirir doses para acelerar o cronograma de vacinação cearense. A partir dos contatos diretos com os executivos da empresa chinesa Sinovac, foi possível iniciar negociações para a compra de 3 milhões de doses que já foram adquiridas pelo Governo do Ceará junto ao Instituto Butantã, que representa o laboratório chinês no Brasil. “A ajuda da Embaixada da China no Brasil, do Consulado da China em Recife e também todos os contatos que o Estado do Ceará tem com o governo municipal de Dalian e com a Província de Fujian foram fundamentais para que esse contato com a Sinovac tivesse êxito”, destacou.

Saúde e tecnologia

De acordo com Cesar Ribeiro, em visitas durante a missão, o Estado do Ceará foi apresentado a companhias da área da saúde de equipamentos farmacêuticos, hospitalares e de insumo para a saúde como Aeonmed, Biokanthai e Sinopharm. “Conhecemos as potencialidades dessas empresas, comparando à nossa realidade, para avaliar possíveis parcerias no futuro. Com a Aeonmed, por exemplo, que vem estudando instalar uma unidade de produção de equipamentos de alta complexidade para o mercado nacional, o Ceará torna-se estratégico neste processo”, disse Ribeiro.

Na área de prospecção de investimentos, o Governo do Ceará também assinou um protocolo de intenções com a empresa AOK Tooling no qual estabelece entendimentos iniciais para verificar a viabilidade de implementação de uma planta industrial para a produção de máscaras cirúrgicas descartáveis em território cearense. Esta mesma empresa também realizou a doação de 100 mil unidades de máscaras cirúrgicas descartáveis para o uso infantil destinadas aos cearenses para o combate a COVID-19.

O potencial cearense na área das energias renováveis também foi apresentado a grupos empresariais chineses, como Chint, Leapton Energy e Growatt Company. Também houve visitas a empresas da área de infraestrutura, como a China Communications Construction Company (CCCC), que avaliou projetos de modernização da área da saúde.

Mobilidade urbana

Estudando instalar-se no Brasil, a Great Wall Motors (GWM) é a maior fábrica de automóveis privada na China. É também uma grande especialista em veículos elétricos, uma inovação iminente para o futuro da mobilidade urbana. Na visita ao Centro de Inovação da GWM e à unidade de produção da submarca do grupo Haval, em Baoding, na China, o secretário Cesar Ribeiro destacou que os diferenciais competitivos do Ceará, como a sua localização estratégica e sua estrutura de Zona de Processamento de Exportação (ZPE), para receber investimentos internacionais foram apresentados aos executivos da GWM como uma opção no país. “O Estado do Ceará agora está no radar da GWM. Trata-se de uma empresa com grande potencial tecnológico e de inovação”, disse.

Banco dos BRICS

Conhecido como o banco dos BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul), o New Development Bank (NDB) tem sua sede em Shanghai. Tem como foco o financiamento de projetos nas áreas público e privada ligadas ao desenvolvimento sustentável. Na agenda missão, o secretário para Assuntos Internacionais do Governo do Ceará, Cesar Ribeiro, também teve um momento com o presidente do NDB, Marcos Troyjo, que é brasileiro. “Conversamos sobre o potencial do Ceará para investimentos em diversas áreas, principalmente ligadas ao desenvolvimento sustentável, combate a Covid e a retomada do mercado internacional com a pandemia”.

 

Diplomacia e laços de amizade

O Ceará tem forte laços de amizade com a China. Com a cidade de Dalian, da qual o Estado e o município de Fortaleza têm estabelecidos protocolos de amizade e cooperação, o Governo do Ceará participou de solenidade simbólica da doação de 20 mil testes de reagentes Covid, já acontecidas este ano, com a presença o secretário-geral adjunto do Governo Municipal de Dalian, Tang Kai.

Outro momento importante foi o encontro em Pequim, com o embaixador do Brasil na China, Paulo Estivallet, um elo importantíssimo entre o relacionamento entre Brasil e China. “Foi a segunda vez que nos encontramos, sempre muito gentil e atencioso, está atuando em causas primordiais para o nosso país na atualidade, como vacinas. Conversamos sobre o Ceará e os esforços do Governo do Estado para combater a pandemia, além de um panorama do retorno das atividades dos países no contexto internacional de uma forma geral”, disse.