PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Ceará recebe mais 97 mil doses para continuar vacinação contra Covid-19

12 de agosto de 2021 - 09:35 # # # # # # # #

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil Texto
Tatiana Fortes Fotos

Mais dois lotes de vacinas contra a Covid-19 chegaram ao Ceará na noite dessa quarta-feira (11). O primeiro, com 54.990 doses da Pfizer/BioNTech, desembarcou no Aeroporto Internacional de Fortaleza, pouco depois das 19 horas. Mais tarde, por volta das 22h, foram recebidas 43.000 doses da Oxford/AstraZeneca. Os imunobiológicos estão na Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim), da Secretaria Estadual da Saúde (Sesa), de onde são organizadas as proporções distribuídas a cada município cearense.

Em publicação nas redes sociais, o governador Camilo Santana explicou como se dará a divisão com as vacinas recebidas. “As 97.990 doses que chegaram esta noite já estão em nossa Central de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadim), da Secretaria da Saúde. Foram 54.990 doses da Pfizer, que serão utilizadas para D1 (primeira dose); e 43.000 doses da AstraZeneca, que serão aplicadas para D2 (segunda dose). Nosso Estado segue avançando na imunização dos cearenses, mas reforço a importância de todos estarem atentos ao cadastro da Sesa e às listas de agendamento em seus municípios. Só com a vacinação em massa vamos superar de vez essa pandemia”.

As remessas foram enviadas pelo Ministério da Saúde, por meio do Programa Nacional de Imunizações (PNI). A distribuição será feita de forma proporcional aos municípios cearenses.

Vacinômetro

O Vacinômetro da Sesa registra que, até as 17 horas de terça-feira (10), foram aplicadas 6,02 milhões de doses. Com isso, 4,14 milhões de cearenses receberam a D1, enquanto 1,72 milhão tomaram a D2, além dos 152 mil imunizados com dose única da Janssen. Mais de 45% da população do Estado já recebeu pelo menos a primeira parte da imunização, e cerca de 20% está com esquema vacinal concluído. “Seguimos trabalhando firmes, em parceria com os municípios, para que os cearenses sejam vacinados o mais rápido possível. Não temos medido esforços para garantir mais vacinas à nossa população. Agradeço, de coração, a todos os profissionais de saúde pelo empenho”, disse Camilo Santana.

Decisão da justiça

O Governo do Ceará, representado pela Procuradoria-Geral do Estado (PGE), teve acatado pela Justiça Federal o pedido para adoção de medidas para impedir a propagação de variantes do coronavírus pelo fluxo de viajantes, exigindo comprovação de exames ou vacinação antes do embarque aéreo com destino ao Ceará.

Conforme a decisão judicial, em tutela de urgência, União e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) devem somente autorizar o embarque em voos provenientes de outros estados do País com destino ao Ceará e desembarque de voos particulares – quando não for possível a aferição no embarque – de passageiros que apresentem uma das duas condições: comprovante de esquema vacinal completo ou resultado negativo de exame de antígeno ou RT-PCR realizado em até 72h antes do do voo.

Mais vacinas

O Governo do Ceará assinou, na última segunda-feira, o contrato com o Instituto Butantan e o laboratório Sinovac para a compra direta de três milhões de doses extras de vacinas contra a Covid-19. O documento já foi enviado ao Instituto. Os imunizantes serão um importante reforço para o Estado atingir a meta de vacinar a população adulta até o fim deste mês.

De acordo com a Sesa, o Ceará deve receber as três milhões de doses até o dia 25 de agosto. Serão aplicadas com a maior celeridade possível em 1,5 milhão de pessoas, com o devido reforço dentro do prazo preconizado.