PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Aracati: SPS promove atendimento itinerante com debate sobre violência contra mulheres e LGBT+ e oferta de serviços

13 de agosto de 2021 - 10:00 # # # # # # #

Ascom SPS - Texto
Gilberto Angel - Prefeitura de Aracati - Fotos

A população do município de Aracati recebe nestas quinta e sexta-feira, dias 12 e 13, uma série de serviços integrados de cidadania e promoção de direitos humanos promovidos pela Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS). As ações reúnem diversos serviços, como emissão de documentação básica, enfrentamento à violência contra a mulher e à LGBTfobia.

Nesta quinta, a praça Matriz do município recebeu o Caminhão do Cidadão e a Unidade Móvel de Atendimento às Mulheres, além das Coordenadorias de Políticas Públicas para Direitos Humanos e para LGBT.

A titular da SPS, Socorro França, fala do significado dessas ações e da presença do Estado nos municípios, junto às comunidades. “Essa é mais uma ação de cidadania, de atendimento direto às pessoas, com prestação de serviços e atendimentos, in loco, às comunidades. Queremos estar perto do povo. Cidadania é direito básico de todos”, destaca.

O Caminhão do Cidadão está nesses dois dias, na Praça da Matriz, das 8 às 17 horas, ofertando serviços de emissão de documentos básicos de identificação, como a 1ª e 2ª vias da Carteira de Identidade (RG), 1ª via do CPF e registro no Cadastro Único (CadÚnico).

Estão sendo realizadas oficinas socioassistenciais para idosos e pessoas com deficiência, e atendimentos às pessoas LGBT+, com informações sobre a Campanha Ceará de Todes, empregabilidade, nome social, dentre outros serviços.

A secretária-executiva de Políticas para Mulheres celebra o retorno da Unidade Móvel na região do Aracati. “Estar na região é importante na promoção contra toda forma de violência contra a mulher. Seja qualquer tipo de violência sexual, e de gênero e especialmente debater a violência doméstica e familiar, para que nenhuma mulher possa ser vítima e para que o Agosto Lilás seja um forma de conscientizar as mulheres da importância da denúncia, do acionamento da rede de proteção, e de enfrentamento à violência doméstica e familiar”, observa a secretária.

A Unidade Móvel de Atendimento às Mulheres presta assistência social e jurídica, ministra mini-palestras e realiza rodas de conversas com as aracatienses, sobre equidade de gênero, Lei Maria da Penha e enfrentamento à violência contra a mulher.