PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SPS e IDT lançam a Plataforma LGBTQIA+ para dinamizar acesso ao mercado de trabalho

13 de agosto de 2021 - 16:32 # # # # #

Ascom SPS

Novas portas se abrem para dinamizar a empregabilidade da população LGBT+ no Ceará. A Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS) e o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) lançaram, nesta sexta-feira, 13/8, a Plataforma LGBT+, no portal www.idt.org.br. A ferramenta foi desenvolvida para facilitar o cadastramento e contribuir com o acesso da comunidade LGBT+ aos serviços de intermediação de mão de obra e às vagas de emprego disponíveis no sistema IDT/Sine.

A secretária-executiva de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Lia Gomes, destacou a contribuição da ferramenta para o fortalecimento educativo, independência e sustentabilidade da população LGBT+. “Esse é um segmento muito vulnerável. Esperamos que essa ferramenta abra portas, gere maior conscientização das empresas e ajude a dinamizar o acesso do segmento ao mercado formal de trabalho”, destacou.

A inscrição no portal é simples, rápida e segura, e pode ser feita pelo link: www.idt.org.br/trabalhadorlgbtqiamais/cadastro. Ao se cadastrar, o interessado deve informar os nomes civil e social, data de nascimento, CPF e um e-mail para contato. É importante disponibilizar no cadastro currículo, identidade de gênero, faixa etária, localização geográfica, escolaridade, cursos e experiências de trabalho.

“Inclusão social e respeito aos direitos humanos são papéis das políticas públicas do Estado. O IDT lançou essa plataforma no portal para cadastrar currículos e intermediar oportunidades de trabalho à população LGBTQIA+. A plataforma é um primeiro passo à formação de um banco de dados para o segmento que, muitas vezes, é discriminado, sofre preconceitos, violências, e necessita do suporte e apoio das políticas públicas”, frisou o presidente do IDT, Vladyson Viana.

A criação e instalação da plataforma contou com o apoio da Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para LGBT+ da SPS. “A plataforma soma-se a uma série de ações que vêm sendo desenvolvidas para melhor atender aos anseios e necessidades do segmento, com igualdade de direitos e sem preconceitos”, ressaltou o coordenador Narciso Júnior. “Servidores foram capacitados para melhor atender nas unidades do Sine/IDT, e articulações são realizadas com o setor empresarial para disponibilizar mais vagas e opções de emprego formal ao público LGBT+”, pontuou.

A promotora do Ministério Público do Trabalho do Ceará, Ana Valéria Vasconcelos, avalia que a ferramenta será muito importante à difusão de valores, cultura e experiências da comunidade LGBT nas empresas, no mercado de trabalho. “Essa é mais uma iniciativa para dar dignidade e sustentabilidade à população LGBT+”, acrescentou a coordenadora do Fórum Cearense dos Movimentos LGBT+, Alice Oliveira.

O portal do IDT disponibiliza, diariamente, a relação de vagas de emprego e a necessidade de mão de obra do mercado de trabalho.