PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Homem é resgatado pelas Forças de Segurança após sofrer ataque de abelhas em Caucaia

16 de agosto de 2021 - 14:30 # # # # #

Ascom SSPDS - Texto

Uma ocorrência atípica foi atendida por equipes policiais e bombeirísticas, nesse domingo (15), em Caucaia – Área Integrada de Segurança 11 (AIS 11). Durante um patrulhamento aéreo no município, a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) atuou no resgate de um homem que sofreu um ataque de abelhas, na localidade de Iparana. Graças à expertise dos profissionais de segurança, o morador foi retirado do local com vida.

A equipe da Ciopaer estava a bordo da aeronave Fênix 09, realizando sobrevoos preventivos na região de Caucaia, quando foi acionada para dar apoio às buscas em um matagal. Durante essa ação, os profissionais de segurança, tanto com atuações aéreas quanto em solo, foram informados acerca de pedidos de socorro que vinham de um campo. De imediato, policiais militares em terra foram até o local, mas nada foi encontrado inicialmente em razão da mata fechada.

No entanto, em um último giro feito pela aeronave, a tripulação da Ciopaer avistou o homem deitado ao solo. A informação foi repassada aos PMs, que se aproximaram da vítima para verificar do que se tratava. De cima, a equipe da Coordenadoria da SSPDS percebeu algo estranho, pois os policiais militares entraram e depois retornaram, tentando afugentar o que os demais profissionais identificariam, posteriomente, como sendo abelhas.

 

“Foi aí que eu percebi que se tratava de um ataque de abelhas. Nisso, foi realizado um contato com a equipe de solo, que reportou o caso à Ciops, que é por onde a gente acompanha a ocorrência. Foi confirmado que se tratava de um ataque de abelhas e que por sinal o homem ainda estava vivo. Nesse momento, gerenciamos junto à cabine (da aeronave) porque quanto mais ele fosse atacado, mais seria injetado veneno nele e aumentaria ainda mais o risco de óbito”, explicou o cabo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), Paulo Alexandre Moura, que atua como operador aerotático da Ciopaer/SSPDS.

Rapidamente, a equipe da Ciopaer buscou um local de pouso. O próprio cabo Moura desembarcou com uma corda para realizar a retirada da vítima. “Fui atacado também, e depois para poder diminuir o feromônio, e ele (vítima) ser transportado para outro canto e as abelhas não acompanhassem, eu coloquei um lençol e uma água com detergente”, explicou. A substância serviu para cessar o ataque.

O rapaz foi retirado do local e recebeu os primeiros atendimentos. Depois, ele foi levado em uma ambulância do Corpo de Bombeiros até uma unidade de saúde.