PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Supesp visita Ciopaer para traçar estratégias de atuação no combate a incêndios florestais

24 de agosto de 2021 - 10:46 # # # # #

Ascom Supesp - Texto

A Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) vem ampliando a integração com as forças de segurança pública, visando o fortalecimento das estratégias de políticas públicas de segurança. Na tarde desta segunda-feira (23), a visita técnica aconteceu na sede da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE).

O encontro aconteceu entre o coordenador da Ciopaer e aviador da Força Aérea Brasileira (FAB), coronel Darley Sousa; o tenente coronel Emerson Vasconcelos Bastos; o superintendente da Supesp, Dr Helano Matos; e o gerente de Estatística e Georreferenciamento da Supesp, Franklin Torres. Os agentes de segurança ficaram entusiasmados com a possibilidade de integração de algumas das tecnologias supervisionadas pela Supesp, que podem ajudar na prevenção e no combate a incêndios florestais em regiões críticas no estado do Ceará.

É o caso da tecnologia de georreferenciamento de dados que pode ser usada para identificar possíveis focos de incêndio e do Sportal, responsável por identificar a atuação das viaturas policiais. “Neste caso, as aeronaves poderiam estar sujeitas ao mesmo monitoramento e gerenciamento por parte dos gestores, de maneira tornar mais eficaz o atendimento a cada ocorrência, saber o porquê daquela aeronave não está no local certo, indicar se alguma outra está mais perto de alguma ocorrência entre outras possibilidades”, explicou o superintendente da Supesp, dr Helano Matos, durante a apresentação aos profissionais da Ciopaer.

Segundo o coronel Darley, o período de mais ocorrências de queimadas e incêndios no estado se intensifica entre os meses de outubro a novembro e já existe uma atuação mais forte da Ciopaer, por meio da Operação Floresta Branca, que acontece principalmente em regiões de mais predominância do bioma da Caatinga. A Supesp ficou encarregada de realizar um estudo para a viabilização do uso, nas aeronaves da Ciopaer, de equipamento que possibilite a integração de um sistema que mapeie as ocorrências de incêndios para a coordenadoria.