PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Operação Domus: Vila do Mar III recebe força-tarefa da SSPDS

26 de agosto de 2021 - 10:14 # # # # #

Ascom SSPDS

O Residencial Vila do Mar III, no bairro Floresta, Área Integrada de Segurança 8 (AIS 8) de Fortaleza, recebeu nessa quarta-feira (25) a 10ª edição da Operação Domus. A ofensiva foi deflagrada pela Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (Copol) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), embasada por pesquisas científicas realizadas pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp).

“O intuito da SSPDS é garantir a sensação de bem-estar, escutar a comunidade e solucionar, por meio do Estado e município, todas as questões demandadas pelos moradores do residencial Vila do Mar III. Esse trabalho é ininterrupto, então retornaremos para esse e outros locais que já receberam edições anteriores da Operação Domus”, explica o delegado Felipe Porto, da Copol/SSPDS.

A força-tarefa resultou em cinco prisões em flagrante, realizadas pela Polícia Militar do Ceará (PMCE) e pela Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) por furto de energia. Além disso, foi lavrado um Boletim de Ocorrência pelo mesmo crime. A Enel Distribuição do Ceará, concessionária de energia no Estado, realizou 68 inspeções e detectou 38 irregularidades relacionadas a furto e desvio de energia. Além disso, o Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE) realizou vistorias em 23 blocos, com sete notificações. A Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) emitiu seis laudos de constatação de furto de energia.

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-CE), em blitz realizada com o Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual (BPRE) da PMCE, abordou 184 veículos, entre carros e motocicletas, resultando em nove apreensões. Entre elas, uma motocicleta com o chassi raspado. Uma CNH também foi apreendida e 46 infrações foram lavradas.

Outras edições

O residencial Cidade Jardim I já recebeu quatro edições da Operação Domus. A primeira ofensiva foi deflagrada em 21 de julho, a segunda e a terceira aconteceram em 30 de julho e 6 de agosto de 2021. A mais recente foi em 20 de agosto, na nona edição da ofensiva. Além desse conjunto habitacional, a força-tarefa já realizou fiscalizações no Alameda das Palmeiras I e II e no Residencial Orgulho do Ceará II, em Fortaleza e Pacatuba, respectivamente.

Mobilização

Ao todo, foram empregados homens e mulheres da Polícia Militar do Ceará (PMCE), da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), da Secretaria da Administração Penitenciária (SAP), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), além de funcionários da Enel, concessionária de energia elétrica no Ceará.

A Coordenadoria de Inteligência (Coin) e a Coordenadoria de Segurança Orgânica e Logística (Cosol) da SSPDS estiveram na ofensiva. Os trabalhos foram subsidiados a partir de dados elaborados pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp) da SSPDS.

Operação Domus

A operação tem por finalidade detectar irregularidades relacionadas a ameaças recebidas por moradores, furto de energia, pessoas com mandado de prisão em aberto e outras situações encontradas durante a ofensiva, como construções irregulares em áreas comuns dos moradores. As ações também visam reforçar saturações preventivas e fiscalização de indivíduos monitorados por tornozeleiras eletrônicas.

Domus é um termo em latim que significa domicílio. Com isso, a Operação Domus, deflagrada pela SSPDS, busca manter a sensação de acolhimento e bem-estar em conjuntos habitacionais.