PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

ZPE Ceará completa oito anos de operação e prepara nova área para investimentos

30 de agosto de 2021 - 15:49 # # # # #

Ascom Complexo do Pecém - Texto

Há exatamente oito anos, a Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Ceará iniciava suas atividades e entrava para a história como a primeira Free Trade Zone a operar no Brasil. Daquele 30 de agosto de 2013 para cá, a ZPE Ceará consolidou-se como um importante instrumento para o desenvolvimento econômico do Ceará e do Brasil, tendo alcançado a marca de 50 milhões de toneladas (t) de cargas movimentadas em menos de cinco anos de produção.

De olho no futuro, a ZPE Ceará se prepara para inaugurar, neste semestre, a sua primeira expansão. Chamado de Setor II, o projeto compreende uma área de 137 hectares, cuja execução ocorrerá em quatro fases. A primeira fase está em retal final de obras e compreende 23 hectares, divididos em pequenos e médios lotes, proporcionando condições para instalação não apenas de grandes empresas, mas também de pequenos e médios empreendimentos industriais.

“A ZPE Ceará era um antigo sonho do Governo do Estado que, após um grande trabalho de planejamento, captação de investimentos e execução, saiu do papel para se tornar uma realidade de extrema importância para toda a região. Trata-se de um grande diferencial competitivo que o Ceará possui para captar novos empreendimentos e gerar, por consequência, mais emprego e renda para toda a população cearense”, destaca o presidente da ZPE Ceará, Eduardo Neves.

Empresa subsidiária do Complexo do Pecém, também formado por uma Área Industrial e pelo Porto do Pecém, a ZPE Ceará conta com um total de 6.182 hectares de área para investimentos. Com localização estratégica, uma vez que a sua Área de Despacho Aduaneiro (ADA) fica a apenas 6 quilômetros (km) de distância do Porto do Pecém e a menos de 60 km da capital, Fortaleza, a Free Trade Zone cearense oferece às empresas instaladas redução de custos logísticos.

Atualmente, o Setor I da ZPE Ceará, que possui uma área total de 1.251 hectares, conta com três empresas instaladas: Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), a primeira usina integrada no Nordeste; White Martins; e Phoenix.

Ficha técnica ZPE Ceará

Tipos de Cargas Movimentadas:

– Granéis sólidos, tais como minério de ferro, carvão mineral, calcário, sucata e escória;

– Granéis líquidos;

– Cargas conteinerizadas;

– Cargas soltas, tais como placas de aço.

 

Estrutura Operacional:

– Armazém coberto de 4.000m² com doca elevada;

– Área de Despacho Aduaneiro (ADA) com 55.000m² e capacidade para armazenamento de mais de 1.200 contêineres;

– Operação 24 horas, 7 dias por semana para 8 gates;

– 3 balanças para pesagem de até 120 toneladas e pontes de 36 metros.

 

Segurança:

– Sistema de inspeção aduaneira com moderno controle de acesso de veículos e pessoas no perímetro monitorado com viaturas em rota e câmeras de vigilância digitais;

– 225 câmeras de videomonitoramento, sendo: 68 OCRs, 52 domes e 105 câmeras fixas.