PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Novo decreto amplia horário de comércio de rua e academias de ginástica

3 de setembro de 2021 - 16:41 # # # # # # #

Daniel Herculano - Ascom Casa Civil - Texto
Carlos Gibaja e Tatiana Fortes - Fotos

Ceará autorizará a realização de eventos teste controlados, seguindo os protocolos sanitários, incluindo a comprovação da testagem negativa e e esquema vacinal completo


O governador do Ceará, Camilo Santana, anunciou no início da tarde desta sexta-feira (3), via transmissão ao vivo pelas redes sociais, que o novo decreto de combate à pandemia de Covid-19 terá algumas alterações. As principais são a ampliação do horário de funcionamento do comércio de rua (das 8h às 22h) e das academias de ginástica (das 5h30 às 22h30). O decreto será válido por 15 dias, a contar da próxima segunda-feira (6). Ao lado do governador estava o secretário da Saúde do Ceará, Marcos Gadelha.

“Diante dos números favoráveis, teremos algumas alterações no novo decreto, porém é importante seguir com precaução, inclusive com eventos-teste controlados e seguindo todos os protocolos sanitários. Todas as mudanças que seguem são para criar mais condições de espaço e para gerar menos acúmulo de pessoas em um mesmo local”, explicou o governador. Camilo apontou que as principais atualizações no decreto são:

– Ampliação do horário de funcionamento do comércio de rua, das 8h às 22h;
– Ampliação do horário de funcionamento das academias de ginástica, das 5h30 às 22h30;
– Eventos autorizados com limitação de até 300 pessoas, conforme protocolo específico;
– Autorização de eventos-teste, seguindo os protocolos sanitários, incluindo a obrigatoriedade de todos comprovarem o esquema vacinal completo (D1 + D2 ou dose única) e exames negativos com testes válidos até 48h horas antes dos eventos.

Ao mostrar o cenário epidemiológico do Ceará, o titular da pasta da Saúde afirmou que o Estado atravessa uma situação confortável, mas alerta para os casos da variante delta. “Não há estratégia mais eficaz para combater a pandemia, de diminuir a transmissibilidade, e de eliminar o surgimento de outras variantes, que a vacinação. Mas o cearense precisa participar desse processo, precisamos convencer que todos precisam se vacinar, só assim vamos vencer essa batalha”, explicou Marcos Gadelha.

Vacinômetro e novas vacinas

O governador destacou o avanço da imunização da população cearense e informou que a Sesa está trabalhando em um calendário para iniciar em breve uma terceira dose aos idosos do Ceará.

“Temos feito um apelo pela importância da vacinação. Tivemos um cidadão cearense que faleceu da variante delta, mas não tinha se vacinado. E ele poderia estar vivo hoje se tivesse tomado a vacina. Se você tem acima de 40 anos e ainda não se vacinou, pode procurar um posto de saúde e se vacinar de forma imediata em Fortaleza. Vamos acreditar na ciência, nos especialistas, só vamos sair dessa pandemia com a vacinação, e eu não vou descansar até que todos os cearenses sejam vacinados”, ressaltou Camilo.

O Vacinômetro da Sesa registra que, até as 17 horas desta quinta-feira (2), foram aplicadas 7,91 milhões de doses. Com isso, 5,38 milhões de cearenses receberam a D1, enquanto 2,53 milhões completaram o esquema vacinal, considerando D2 ou dose única da Janssen. Mais de 58% da população do Estado já recebeu pelo menos a primeira parte da imunização, e mais de 27% está com esquema vacinal concluído.

Ações de Apoio às Famílias Cearenses

Camilo apontou que o Governo do Ceará segue apoiando as famílias cearenses com ações para mitigar os efeitos da pandemia, destacando o incentivo a novas contratações de carteira assinada no Estado, o financiamento de negócios via Ceará Credi e a continuidade da distribuição do Vale-Gás.

“Esta semana foi aprovada a lei que possibilitará a contratação de 20 mil novos empregos seguindo o incentivo do Governo do Ceará, que pagará a metade desse salário mínimo por seis meses, sempre para a contratação de novos trabalhadores. Continuamos com a operação do Ceará Credi, apoiando o empreendedorismo cearense com vales de R$ 500 a R$ 5 mil de financiamento. E outra notícia boa, a distribuição do Vale-Gás, que beneficiou mais de 500 mil famílias durante a pandemia, foi aprovado pela Assembleia Legislativa e eu devo estar sancionando na próxima semana, e agora será uma política pública permanente, que distribuirá três vezes por ano o Vale-Gás às famílias cadastradas”, celebrou o governador.

A pandemia não acabou

Encerrando a transmissão, o governador agradeceu a todos os profissionais de saúde pelo árduo trabalho e ressaltou que a pandemia não acabou. Por isso, é preciso manter os cuidados e incentivar que todos tomem a vacina.

 

Ouça

O governador Camilo Santana abriu a transmissão informando que os dados seguem favoráveis, com números em queda de casos e óbitos, além da procura assistencial que diminuiu.

O governador Camilo Santana comentou as mudanças que virão no próximo decreto, autorizando a ampliação do horário do comércio e das academia. Vai haver mudanças ainda no protocolo de realização de eventos.

Ao mostrar o cenário epidemiológico do Ceará, o secretário da Saúde, Marcos Gadelha, afirmou que o Estado atravessa uma situação confortável, com diminuição de óbitos, casos e da taxa de transmissão.

Porém, o secretário Marcos Gadelha alerta para os casos da variante delta e a importância da vacinação.

O governador destacou o avanço da imunização da população cearense e informou que a Sesa está trabalhando em um calendário para iniciar em breve uma terceira dose aos idosos do Ceará.

Camilo Santana apontou que o Governo do Ceará segue apoiando as famílias cearenses com ações para mitigar os efeitos da pandemia, destacando o incentivo a novas contratações de carteira assinada no Estado, o financiamento de negócios via Ceará Credi e a continuidade da distribuição do Vale-Gás.