PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

“Embaixadores da Paz e Trilharte” reúnem arte, esporte e cultura na proposta do POC

16 de setembro de 2021 - 16:22 # # # # #

Marconi Alves - Ascom Seas - Texto
Mariana Parente e George Braga - Fotos

Os projetos “Embaixadores da Paz” e “Trilharte” estão inseridos na estrutura operacional do Programa de Oportunidade e Cidadania (POC), da Superintendência do Sistema de Atendimento Socioeducativo (Seas). O objetivo é a inserção de adolescentes pós-medida em iniciativas culturais, artísticas, esportivas e de lazer. Na última segunda-feira (13), foi publicado no Diário Oficial, o Edital de Chamamento Público 009/2021, visando a seleção de Organização da Sociedade Civil para a execução do Programa.

“O chamamento público possibilitará a participação de organizações da sociedade que tenham experiência em projetos de arte e cultura para execução dos Projetos Embaixadores da Paz e Trilharte. Tratam-se de projetos que, na perspectiva do adolescente pós-medida, faz reconhecer a importância da arte, da cultura e do esporte como caminhos para profissionalização e diálogo com a sociedade’, atesta Juliana Marinho, assessora de arte de cultura da Seas.

Embaixadores da Paz

Do encontro, entre Arte, Cultura e Justiça Restaurativa, nasce o Projeto Embaixadores da Paz. Trata-se de uma proposta de formação de 20 mediadores em arte e cultura a partir de uma formação que contemple conteúdos e metodologias de Direitos Humanos, Justiça Restaurativa, Arte e Cultura.

O objetivo é gerar conteúdos, apresentações e rodas de conversas em centros socioeducativos, escolas públicas, Organizações Governamentais e não Governamentais, com temas de interesse da adolescência e juventude, tais como: direitos humanos, convivência, arte, cultura, esporte, gênero, dentre outros.

Resultará, ainda, em desenvolvimento e publicação desta metodologia. A proposta é atender, no mínimo, 500 pessoas.

O Projeto Embaixadores da Paz tem como meta a realização de uma Formação Inicial Continuada de 300 horas/aula em Mediação em Arte e Cultura, atendendo a 20 adolescentes ou jovens inseridos no POC. Visa também criar, produzir e publicar material didático para o desenvolvimento de atividades de mediação em arte e cultura.

Projeto Trilharte

O projeto Trilharte pretende realizar, no mínimo, 42 visitas guiadas ou acesso de adolescentes, familiares e equipes dos centros socioeducativos a atividades artísticas, culturais e esportivas.

Essas atividades esportivas serão realizadas, preferencialmente, em parceria com Associações, Clubes e Federações Esportivas, em modalidades coletivas e individuais.

A proposta dessa ação é atender a 60 adolescentes ou jovens em privação de liberdade. Tem como objetivo, ainda, propiciar 50 apresentações de arte, cultura e esporte nas unidades socioeducativas.

A assessora de projetos de arte e cultura da Seas, Juliana Marinho, afirma que o Programa de Oportunidades e Cidadania será um marco nesses cinco anos de existência do órgão. “Gostaria de parabenizar a todos os atores envolvidos nesse processo de elaboração conjunta que vai ser um divisor da política pública destinada a adolescentes pós-medida.” disse confiante.

Juliana informa, também, que ao longo do projeto serão realizados cursos de Iniciação Profissional em Arte e Cultura, com carga horária de 80h cada nos centros socioeducativos do Ceará, atendendo a 30 adolescentes ou jovens em privação de liberdade.