PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Centenário de Paulo Freire é celebrado em webinário da Biblioteca Pública

20 de setembro de 2021 - 11:17 # # # # #

Ascom Bece Texto
Helene Santos Foto

A Biblioteca Pública Estadual do Ceará (Bece), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), gerido em parceria com o Instituto Dragão do Mar (IDM), celebra o centenário de Paulo Freire com o Webinário “100 Anos de Paulo Freire: conhecimento libertário e educação para a autonomia”, nos dias 22, 23 e 24 de setembro de 2021, das 10h às 12h. A atividade será transmitida ao vivo pelo Youtube e contará com a participação de estudiosos e pesquisadores em Paulo Freire da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA), das Universidades Federais do Ceará e da Bahia e da Escola Porto Iracema das Artes.

Paulo Freire ampliou os olhares com o seu modo de propor e de fazer educação. O webinário, em sua homenagem, promoverá a interlocução entre profissionais de diferentes áreas do conhecimento acerca das suas contribuições para as práticas pedagógicas, às Artes, à História, à Literatura e às relações dialógicas voltadas à acessibilidade de pessoas com deficiência, inclusive.

O evento que propõe homenagear Paulo Freire pelo valor de seu pensamento e de suas proposições políticas como um educador, iniciará no dia 22 de setembro, às 10h, com a mesa intitulada “Paulo Freire: ler o mundo, gerar conhecimentos”. Os educadores e pesquisadores João Figueiredo, da Universidade Federal do Ceará (UFC) e Iago Barreto Soares debaterão como Paulo Freire tem sido lido na atualidade pelas diferentes áreas das Ciências Humanas e no que consiste o seu método de ensino. A mediação será feita pela também educadora e pesquisadora Kellynia Alves, da Uece.

O segundo dia do webinário, no dia 23 de setembro, às 10h, traz ao debate o tema “Ensinar e aprender: a realidade dos sujeitos e a escrita da Pedagogia do Oprimido”. Com a participação de Sérgio Coelho Borges Farias, educador e pesquisador da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Francisco Régis Lopes Ramos, historiador e pesquisador da UFC, e mediação de Carla Vieira, historiadora e pesquisadora da Coordenação de Acervo, Pesquisa e Conhecimento (CAPC/Bece), a mesa visa a responder “Como o livro Pedagogia do Oprimido se relaciona com a posição política de Paulo Freire?” e “Qual a trajetória intelectual do Educador e os processos de escrita e publicação deste que é o seu trabalho mais conhecido?”.

“O centenário do Educador Paulo Freire repercute em meio às conturbações políticas do Brasil na atualidade, momento no qual o conhecimento, como baliza da liberdade e promotor da autonomia dos sujeitos sociais e suas comunidades, vem experimentando o fundamentalismo nas mais variadas instâncias da sociedade brasileira”, afirma Rodrigo Ribeiro, historiador e coordenador do Acervo, Pesquisa e Conhecimento (CAPC/Bece).

Paulo Freire acreditava na prática educacional compartilhada, dialogada e experienciada. O seu pensamento que norteia distintas formas de educar através do saber na invenção e de incluir os diferentes e as diferenças, será tema do último dia do webinário. Intitulada “Experiências de educar: Paulo Freire nas políticas públicas para a educação e à cultura”, a mesa, que acontece dia 24 de setembro, às 10h, contará com a participação de Fabiano dos Santos Piúba, educador e Secretário da Cultura do Estado do Ceará, Bete Jaguaribe, professora e diretora de Formação e Criação do IDM e Cristiane Holanda, gestora da Coordenadoria de Justiça Restaurativa da Vice-Governadoria do Ceará.

Paulo Freire fez do cotidiano um referencial dialógico, um motivo à mediação do conhecimento. Através das palavras geradoras, ele conferiu ao prosaico da vida a estatura da conquista da leitura, da decodificação e da apreensão das linguagens do mundo, do existir.

Acervo em destaque

Como parte da programação do “100 Anos de Paulo Freire: conhecimento libertário e educação para a autonomia”, os bibliotecários e estagiários da Biblioteca Pública e da Biblioteca da Escola Porto Iracema das Artes apresentarão os acervos com o foco em obras de Paulo Freire. No dia 22 de setembro, conheceremos os acervos dos setores Setores Infantil e de Atualidades, com os estagiários Alane Delmondes e Ivan Ribeiro, respectivamente. No segundo dia, os bibliotecários Thamyle Vieira e Igor Peixoto apresentarão o setor Leitura Acessível. Finalizando, no dia 24 de setembro, Iolanda Evangelista, da Biblioteca do Porto Iracema das Artes, e Marcos Rodrigues, do Setor de Leitura Acessível da Bece encerram as apresentações.

Serviço:

Webinário “100 Anos de Paulo Freire: conhecimento libertário e educação para a autonomia”

Dias 22, 23, e 24 de setembro, das 10h às 12h

Mesas: “Paulo Freire: ler o mundo, gerar conhecimentos” (22), “Ensinar e aprender: a realidade dos sujeitos e a escrita da Pedagogia do Oprimido” (23) e “Experiências de educar: Paulo Freire nas políticas públicas para a educação e à cultura” (24).

Todo o webinário contará com acessibilidade em Libras.

Youtube da BECE: https://www.youtube.com/channel/UC3N5bsVFMfbshyVBWK-UNMw