PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Em março, setembro e em todos os dias, a árvore é celebrada nos projetos da Sema

21 de setembro de 2021 - 14:22 # # # #

Ascom sema

Mesmo sabendo que a árvore é comemorada, aqui no Ceará, no mês de março, período de chuva, não podemos esquecer que hoje, 21 de setembro, é o Dia Nacional da Árvore. É quando no hemisfério Sul do planeta se inicia a primavera, tempo de floração. É nesta data especial que celebramos a nossa principal aliada, nesse tempo de mudanças climáticas. Além de oferecer sombra, embelezar espaços, a árvore sequestra o carbono do ar.

A Secretaria do Meio Ambiente (Sema) celebra as árvores não apenas hoje, mas todos os dias. “Nossos projetos promovem a preservação e conservação de nossas árvores nativas, tão importantes para a manutenção das florestas e, consequentemente, da biodiversidade como um todo, seja no bioma Caatinga, na Mata Atlântica ou nos ambientes costeiros”, afirma o titular da Sema, Artur Bruno.

O Governo do Ceará, por meio da Sema, trabalha para elevar a quantidade e a qualidade das áreas protegidas no Estado. Uma das estratégias é expandir as áreas protegidas ampliando e qualificando espaços naturais dos municípios e de particulares, por meio do reflorestamento. Simplificando, o plantio de árvores.

O técnico Kelven Sousa, da Coordenadoria de Biodiversidade (Cobio/Sema), lista ações de reflorestamento nas microbacias hidrográficas dos rios Cocó, Pacoti, Ceará e Jaguaribe; ações de educação ambiental por meio de campanhas com plantios monitorados de mudas nativas. “Destaco como exemplo, a gestão do Viveiro Sema/Sesc/Meliponário Parque Escola, voltado à temática educativa, que associa árvores nativas às espécies de abelhas, também”, disse.

No contexto do “Ceará Mais Verde”, como resultado de parcerias com o setor privado, no período de janeiro a agosto, deste ano, cerca de 140.000 mudas foram produzidas em viveiros sob gestão da Sema e parceiros. Confira a seguir mais ações da Sema:

• Elaboração de materiais educativos sobre arborização urbana com espécies nativas e sobre o risco do uso de espécies exóticas invasoras (https://www.sema.ce.gov.br/flora/programa-de-valorizacao-de-especies-vegetais-nativas/arborizacao-urbana-e-especies-exoticas/);
• Direção, participação e articulação de ações junto aos grupos de trabalho e câmaras técnicas, voltados ao tema, a exemplo do GT do Reflorestamento; Comitê da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica; Câmara Técnica da Carnaúba, entre outros);
• Gestão de unidades de conservação localizadas em áreas de maior incidência das formações florestais;
• Inventário de Flora do Estado do Ceará: a iniciativa faz parte do Programa de Valorização de Espécies Vegetais Nativas (Lei 16.002, de 2 de Maio de 2021) e do projeto Flora do Ceará: conhecer para conservar. Além disso, é parte integrante do Programa Cientista Chefe (Lei 17.378, de 4 de Janeiro de 2021) de Meio Ambiente no âmbito do projeto Ciência e Inovação para Políticas Públicas.