PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Governo do Ceará capacita egressos do sistema prisional em computação em nuvem da AWS

27 de setembro de 2021 - 16:11 # # # # # # #

Amélia Gomes - Ascom Iris - Texto
Chico Gomes - Ascom Secitece - Fotos

É a primeira vez que egressos do sistema prisional do estado participam de uma formação focada na indústria de tecnologia

Uma solenidade nesta segunda-feira (27/9) marcou o início do curso “Fundamentos de Nuvem da AWS Academy”, voltado para egressos do Sistema Penitenciário do Ceará. A capacitação é promovida pelo Centro de Competências para Transformação Digital do Ceará (CCTD), através da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet), e conta com a parceria da Secretaria da Administração Penitenciária do Estado do Ceará (SAP), Secretaria da Educação (Seduc), Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece), Íris | Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará, Programa Cientista Chefe e com a colaboração da Amazon Web Services (AWS).

O curso recebe 25 alunos e é realizado na Universidade do Trabalho Digital (UTD), programa da Secitece, de segunda a sexta-feira, com carga horária de 96 h/a. A capacitação vai até o dia 08/12.

O secretário da Secitece, Inácio Arruda, participou da cerimônia de abertura do curso, ao lado dos alunos, professores e representantes das instituições envolvidas. Inácio ressaltou a relevância da iniciativa. “É preciso compreender a realidade do Brasil, que hoje possui mais de 14 milhões de pessoas em condições de trabalhar mas que estão desempregadas. Neste sentido, o Governo do Ceará tem aumentado o grau de oportunidades. Por isso, vocês não devem deixar passar essa chance. Podemos escolher muitos caminhos, mas esse que vocês estão trilhando agora é o melhor, o que mais ajuda suas famílias, seu estado e seu país”, destacou o secretário.

A coordenadora de Inclusão Social do Preso e do Egresso da SAP, Cristiane Gadelha, reforça que essa parceria entre diversos órgãos do Estado é formada por um grupo que pensa nas pessoas, pessoas que passaram por privação de liberdade e que, infelizmente, enfrentam desafios relacionados ao mercado de trabalho. “A grande importância dessa iniciativa é capacitar os participantes com uma certificação que o mercado precisa”, reforçou Cristiane.

Os estudantes participarão do curso AWS Academy Cloud Foundations, que apresenta os conceitos de nuvem, os principais serviços da AWS, definição de preços, segurança, arquitetura e suporte, além de outros conteúdos. Ao final do curso, os participantes terão a oportunidade de prestar, gratuitamente, o exame para a certificação AWS Certified Cloud Practitioner, voltada às soluções de computação em nuvem oferecidas pela AWS, válida mundialmente.

Kennedy Vasconcelos, secretário executivo de Trabalho e Empreendedorismo da Sedet, diz que “a Tecnologia da Informação e Comunicação oferece inúmeras e excelentes oportunidades para a inserção de profissionais no mercado de trabalho ou até mesmo para empreender. Por meio desse curso, apresentamos caminhos concretos a serem percorridos pelos egressos do sistema prisional, de forma que sejam partícipes ativos, em um mercado de trabalho que demanda cada vez mais por profissionais melhor qualificados.”

“Temos um compromisso de longo prazo com o Estado do Ceará e é muito gratificante poder ajudar na formação de mais pessoas em computação em nuvem. Em novembro de 2020, anunciamos o acordo de colaboração para a criação do Centro de Competências para Transformação Digital, o primeiro do país. Temos o objetivo de treinar cerca de mil pessoas em cloud computing, auxiliando na formação de mão-de-obra qualificada para o Estado”, explica Paulo Cunha, gerente-geral de Setor Público da AWS no Brasil.

Por meio da AWS Academy, instituições de ensino superior são qualificadas com um currículo de computação na nuvem gratuito e pronto para ensino. Isso ajuda a preparar alunos para buscar certificações reconhecidas no setor de tecnologia. O currículo desenvolvido pela AWS auxilia educadores a manterem-se sempre atualizados com as inovações da nuvem da AWS, permitindo que alunos sejam preparados com habilidades necessárias para serem contratados em um dos setores que mais crescem.

Sobre o CCTD

O CCTD tem o objetivo de coordenar políticas públicas de tecnologia para tornar o estado do Ceará uma referência na adoção de iniciativas focadas na transformação digital que impactem o cidadão, o ensino e o empreendedorismo. A iniciativa é coordenada pela Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), em cooperação com a Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice) e o Íris | Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará.

O CCTD é estruturado em quatro pilares, são eles: 1. Capacitação Governamental em Transformação Digital; 2. Pesquisa e Desenvolvimento; 3. Aceleração de Startups e Empreendedorismo e; 4. Formação de Pessoas, sendo este último articulado pela Secretaria Executiva do Trabalho e Empreendedorismo da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedet).