PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Saber elaborar um bom currículo pode fazer diferença na hora de buscar por uma vaga de emprego

27 de setembro de 2021 - 14:39 # # # # # # #

Ascom IDT - Texto

Nesse período de pandemia, com as mudanças que ocorreram no mercado de trabalho, diversos trabalhadores estão em busca de novas oportunidades. O primeiro passo para a inserção é a elaboração de um currículo com informações atuais e que apresente o candidato de forma clara e eficaz.

As pesquisas mostram que os recrutadores levam de seis a dez segundos para analisar o currículo, por isso, o Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT) elaborou diversas dicas para esse momento de reinserção no mercado de trabalho, tendo em vista a importância de uma apresentação eficiente para as empresas parceiras. “A elaboração eficiente de um currículo é benéfica para adentrar no mercado de trabalho e para o trabalhador reconhecer as suas habilidades”, opina Vladyson Viana, presidente do IDT/Sine.

Em primeiro plano, precisamos ressaltar a importância das informações básicas, que serão apresentadas no início do currículo. É necessário que o trabalhador inclua o nome completo no topo do documento, em negrito, centralizado ou alinhado à esquerda. Logo após, inclua a nacionalidade, o estado civil, a idade, a data de nascimento, o endereço e a cidade acompanhada da sigla do Estado. Por fim, finalize a introdução com seu telefone de contato, de preferência o mesmo que é utilizado no WhatsApp, caso você seja um usuário do aplicativo, pois muitas empresas utilizam essa forma de contato. Além disso, não esqueça o seu e-mail, mas fique atento a sua caixa de entrada, essa também é uma forma frequente de comunicação, principalmente nas grandes empresas.

“No segundo tópico, fale sobre os seus objetivos, mas evite as informações óbvias. A equipe de seleção já sabe que você deseja colaborar e crescer com a empresa”, alerta o gerente da Unidade do IDT/Sine do Papicu, Hilário Sousa. Por isso, é benéfico que você fale sobre os seus objetivos de forma clara e pessoal. “Procuro a minha primeira oportunidade de trabalho no setor jurídico” ou “desejo atuar como assessor para desenvolver novas competências na minha área de conhecimento”, por exemplo. Não faça um texto longo, com excesso de informações, pois o importante é o seu objetivo estar alinhado com as suas habilidades e os seus estudos.

Agora é o momento de falar sobre as suas experiências profissionais. Se você não realizou cursos após concluir o ensino médio ou se apenas concluiu o ensino fundamental, foque em ressaltar as atividades que você já exerceu. Além de expor o nome da empresa, o tempo trabalhado e o cargo exercido, fale sobre as habilidades executadas na função, por exemplo, se você foi assistente administrativo, fale sobre a sua capacidade de dominar as ferramentas básicas do Word, a organização de pastas físicas e virtuais, ou talvez uma atividade que você contribuía na empresa que foi além da sua função. Esses aspectos demonstram que houve interesse em aprender sobre a função e em ser eficiente. Lembre-se de ressaltar os pontos que são importantes para a vaga desejada.

Por fim, é necessário expor as suas informações acadêmicas de forma cronológica, apresentando inicialmente os últimos cursos concluídos, e informando sobre a instituição de ensino e o ano de conclusão. “Exponha os cursos profissionalizantes que você já fez, ressaltando os pontos estudados que sejam compatíveis com a vaga desejada, a fim de potencializar o seu perfil. Caso possua ensino superior, especifique o curso e a Universidade. As mesmas regras também valem para os cursos de pós-graduação. Se possuir diversos cursos em áreas diferentes, escolha os que serão benéficos para a vaga desejada. Nesse momento, não é a quantidade de cursos que importa, mas sim as habilidades que a vaga exige”, alerta Sousa.

Após finalizar o currículo, você pode começar a se candidatar para as seleções que você almeja. Tenha o seu currículo impresso, mas não se esqueça de ter o arquivo em PDF, pois assim você poderá encaminhá-lo por e-mail e até pelas redes sociais. Esse hábito é algo que a pandemia intensificou, pois, a maioria das seleções está ocorrendo remotamente, através de videoconferências. O IDT/Sine dispõe ainda da Oficina de Orientação para o Mercado de Trabalho, que pode lhe auxiliar com dicas para a elaboração do currículo, bem como para uma melhor efetividade em suas entrevistas para emprego.