PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Profissionais de Segurança Pública participam de Curso de Operador de Drone na Aesp

6 de outubro de 2021 - 15:38 # # # # # # #

Ascom Aesp - Texto e Fotos

Policiais civis e militares, bombeiros militares, peritos criminais e guardas municipais de Sobral participam, até o próximo dia 14, de Curso de Operador de Drone voltado para a Segurança Pública, na Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE).

A capacitação, que tem uma carga-horária de 44 horas/aula, visa aprimorar o desempenho dos agentes em operações com a utilização de RPAS (Remotely Piloted Aircraft System), os populares drones.

Durante o treinamento, os alunos participam de aulas teóricas de Legislação aplicada ao uso de RPA’s, operação de RPAS e segurança de voo, até instruções práticas de manutenção básica de RPA’s e fotografia e filmagem aérea.

Segundo o diretor-geral da Aesp, coronel PM Clairton Alves de Abreu, esta é a 5ª edição deste curso promovido pela Academia e vem para reforçar as inovações tecnológicas implementadas pela SSPDS. “A Secretaria da Segurança Pública vem investindo bastante em novas tecnologias e inteligência artificial, mas para obtermos bons resultados é essencial que os servidores da segurança pública estejam habilitados para operar essas inovações. Para isso, a Aesp tem promovido diversos cursos de videomonitoramento, sistema de informações policiais (SIP3W), de interceptações de sinais e de inteligência policial, buscando sempre colaborar com a política de segurança do Estado”, pontuou Clairton.

Outra turma do Curso de Operador de Drone voltado para a Segurança Pública está previsto para o segundo semestre de outubro.

O uso de drones na segurança pública cearense

Desde 2018, os drones são empregados em diversas operações de segurança pública no Estado do Ceará, como em ações de policiamento ostensivo; de inteligência; investigações; monitoramento velado de criminosos; combate a incêndio; perícia em local de crime e de salvamento, a exemplo do ocorrido no desabamento do edifício Andrea, em outubro de 2019.