PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Dia do Professor: SSPDS presta homenagem aos mestres das instituições de ensino de suas vinculadas

15 de outubro de 2021 - 13:04 # # # # #

Ascom SSPDS - Texto

“Professor é profissão, educador é vocação”. A célebre frase do educador paulista Salomão Becker (1922-2006), um dos responsáveis pela inclusão do Dia do Professor no calendário escolar brasileiro, em 1947, sintetiza a verdadeira missão desses homens e mulheres que dedicam suas vidas na formação de novos cidadãos, contribuindo, diuturnamente, para o engrandecimento intelectual de nossa nação.

Neste dia 15 de outubro, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS/CE) homenageia os professores das instituições de ensino de suas vinculadas – dos colégios da Polícia Militar do Ceará (PMCE), do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros Escritora Rachel de Queiroz (CMCB-ERQ) e da Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará (Aesp/CE), que exercem essa bela vocação do magistério que é o de transformar o mundo de seus alunos por meio do conhecimento. E quem melhor pode fazer o uso da palavra para enaltecer e exaltar a figura desses profissionais da educação são os próprios alunos que têm em seus professores a representação de um guia, de um conselheiro, de um verdadeiro mestre.

Em sua homenagem, Vinícius Viana (28 anos), um dos alunos da Turma 3 do Curso de Formação Profissional dos Bombeiros Militares, ministrado pela Aesp, se arrisca a definir a real função do professor: “O que é o professor? Todo mundo acha que sabe, porém é difícil de explicar e mais difícil ainda é ser. Ser professor é dominar a arte de educar. É transmitir o conhecimento, estando sempre comprometido com a formação integral de quem orienta. O professor se delicia com a metamorfose dos seus alunos e presencia a transformação das dúvidas e fracassos em aprendizagem e vitórias. O professor mediará e organizará as ideias, respeitando as opiniões e vivências de todos, sempre exaltando a evolução dos seus pupilos”, opina.

Em nome de seus colegas de turma, Vinícius Viana parabeniza todos os professores da Academia Estadual de Segurança Pública: “Assim como ser profissional da segurança pública, ser professor não é uma tarefa simples, é uma forma de viver, é o dom de se doar. Mesmo fora do serviço e sem farda ou fora da sala de aula e sem o giz na mão, jamais deixaram de servir a sociedade, estando sempre atentos e disponíveis a serviço do povo. E para nós, alunos, é com prazer e satisfação que almejamos, se formos dignos e capazes, fazer parte dessa tão amada missão. Deixo aqui meus parabéns a todos os professores da Aesp e muitos agradecimentos aos ensinamentos por eles compartilhados”, ressaltou.

Grande inspiração

Alunos do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros Escritora Rachel de Queiroz (CMCB-ERQ) têm no exemplo do professor e tenente do Corpo de Bombeiros Militar, Romário Fernandes, uma grande inspiração para seguir. As disciplinas de Astronomia e Astrofísica, lecionadas nessa instituição há cinco anos por ele, deixaram de ser um entrave para os alunos. Pelo contrário, despertou a curiosidade deles pela temática e têm rendido bons frutos ao corpo discente: nos últimos anos, os alunos do CMCB-ERQ já conquistaram mais de 300 medalhas em edições da Olimpíada Brasileira de Astronomia e da Olimpíada Nacional de Ciências e Projetos relacionados à Astronomia.

“O tenente Romário foi o professor mais importante da minha vida. Ele abriu para mim a porta para esse incrível mundo da Astronomia. Me fez ter vontade de seguir carreira nessa área. Foi e está sendo uma peça muito importante para meu futuro. Adoro como ele consegue tornar a aula muito descontraída e aguentar todas minhas perguntas (risos). Só tenho a agradecer por ter o melhor professor conosco”, derrete-se em elogios Eduardo Assunção (16 anos), aluno do 1º ano do Ensino Médio.

Soma-se ao coro de elogios ao professor de Astronomia, a aluna Damarys Miranda (16 anos): “Estou cursando o 2° ano do Ensino Médio e o tenente Romário é meu professor desde o 7º ano. Ao longo desse período, ele contribuiu significativamente para o meu aprendizado. Além de ensinar Astronomia, ele sempre está disposto a ensinar qualquer outro conteúdo que eu tenha dificuldade. Por muitas vezes, foi ele quem me explicou conteúdos que iam cair nas provas e que eu não conseguia entender. Sou imensamente grata por ele ter acreditado em meu potencial e por ter sido uma peça fundamental ao longo da minha vida estudantil. Sem a sua ajuda e paciência eu não teria alcançado os resultados que tenho hoje. Muito obrigado, professor”.

Para os professores dos colégios da Polícia Militar do Ceará, a homenagem vem da cidade de Juazeiro do Norte, de Hadassa Rodrigues de Freitas D’Ângelo, uma estudante de 12 anos, aluna do 6º ano do 2° Colégio da Polícia Militar Coronel Hervano Macedo Júnior: “Neste Dia do Professor, não posso dar aquele abraço forte que eu queria. Mas quero agradecer àqueles que além de nos ensinar também nos escutam. Obrigado às professoras Érica Alcântara, de Matemática II, Luciana Pinto, de Educação Física, Teresinha Nogueira de Português e ao professor Edigley Macedo, de Geografia. Eles sempre nos dão espaço para falar e debater. Obrigado a todos vocês e a todos os professores dos colégios da Polícia Militar do Ceará. Parabéns pelo seu dia”.

Origem da data

O Dia do Professor é comemorado no Brasil em 15 de outubro e celebra a importância dos profissionais da educação que auxiliam na formação de diversas pessoas. A data comemorativa não é feriado nacional nem ponto facultativo, mas sim um feriado escolar conforme o Decreto Federal nº 52.682 de 14 de outubro de 1963.

No Brasil, a criação do Dia do Professor está associada com a Lei de 15 de outubro de 1827, assinada por D. Pedro I. Nesse documento, ficou estabelecido que em todas as cidades do país seriam construídas escolas primárias de ensino elementar. Na época, elas eram chamadas de “Escolas de Primeiras Letras”.

Contudo, a comemoração começou somente 120 anos depois. Foi, portanto, em 1947 que se formou a “Comissão Pró-oficialização do Dia do Professor” transformando o projeto na Lei Estadual nº 174. A primeira comemoração ocorreu na cidade de São Paulo. Ela foi encabeçada pelo educador Salomão Becker. Nos anos seguintes, as escolas da capital paulista adotaram a ideia de que esse dia fosse dedicado aos profissionais da educação. Apesar disso, o Dia do Professor no Brasil somente foi oficializado e declarado feriado escolar pelo Decreto Federal nº 52.682 de 14 de outubro de 1963, firmado pelo então presidente da República João Goulart.