PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Firmado convênio de cooperação com municípios para melhoramento genético do rebanho bovino cearense

15 de outubro de 2021 - 11:35 # # # # #

Erivelton M. Celedônio - Ascom SDA

A Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA) assinou nessa quinta-feira (14) um acordo que envolve 11 municípios para distribuição de 3 mil doses de sêmen do Programa Mais Pecuária Brasil. A iniciativa é resultado do Termo de Cooperação Técnica com a Confederação Nacional dos Agricultores Familiares (Conafer).

Os esforços integrarão ações que proporcionem o melhoramento genético do rebanho leiteiro do Estado por meio da doação de doses de sêmen de bovinos aos produtores familiares cearenses. Inicialmente serão contemplados os municípios de Iguatu, Quixelô, Quixeramobim, Deputado Irapuan Pinheiro, Solonópole, Quiterianópolis, Jucás, Jaguaretama, Jaguaribe, Novo Oriente e Iracema.

Prefeitos e secretários de 10 dos 11 municípios-alvo do programa assinaram o TCT durante solenidade no auditório do Centro de Treinamento Pedro Meneses Coli (Fazenda Normal), em Quixeramobim. O encontro na Região do Sertão Central, maior bacia leiteira do Ceará, contou com a participação do secretário executivo do Desenvolvimento Agrário, Carlos Bezerra, do assessor especial da SDA, Taumaturgo Junior, e representantes de diversos municípios interessados na iniciativa.

De acordo com o assessor especial da Pecuária da SDA, Márcio Peixoto, até 12 mil doses de sêmen deverão chegar ao estado posteriormente na etapa de expansão da parceria entre a SDA e a CONAFER.

“Há poucos anos, pensar um tanque de resfriamento era algo muito avançado dentro da nossa realidade. Hoje podemos dizer que várias regiões do Ceará têm um tanque de resfriamento, exemplo de uma visão inovadora iniciada quando o atual governador Camilo Santana ainda era secretário da SDA. Hoje estamos falando de melhoramento genético que vai melhorar a capacidade produtiva. O pequeno produtor precisa de novas tecnologias”, ressaltou o presidente da Ematerce, Antônio Rodrigues de Amorim.

De acordo com ele, a estrutura da propriedade da Fazenda Normal, pertencente à Ematerce, estará à disposição para contribuir com esta ação de apoio na distribuição de sêmen e melhoramento genético.

“O programa Mais Pecuária Brasil tem duração de quatro anos e ao final deste período esperamos ter os produtores colhendo os frutos deste investimento”, destacou Amanda Soares, da CONAFER.

Atualmente a CONAFER detém o maior índice de difusão de material genético para agricultores familiares de todo o Brasil. Segundo o veterinário da entidade, Carlos Vinicius, responsável por acompanhar a execução com os estados do Norte e Nordeste além do sêmen outros investimentos são oferecidos pelo acordo. “Distribuímos os hormônios, a bainha e o congelador para estes sêmens oriundos de touros superiores”.

Para o especialista, o esforço do Ceará em aderir à parceria é considerado louvável pela CONAFER ao fazer com que pequenos produtores familiares tenham acesso à biotecnologia. “Por muito tempo este conhecimento da técnica de inseminação ficou na mão de poucos e na parceria com o Ceará esta tecnologia chega a todos”, ressaltou o representante da federação presente em 15 estados.

Ideia de fazer uma cadeia, aumentar eficiência produtiva e assistência na produção e comercialização por meio de ação multidisciplinar.

O Ceará atualmente conta com cerca de 70 botijões de sêmen acompanhados pela Coordenadoria da Pecuária da SDA e esta é mais uma estratégia para alavancar a produção de leite em todo o Estado. “Vamos aumentar as oportunidades de ocupação, por meio do emprego, renda e acesso ao mercado dos pequenos produtores familiares sem custos para eles. Sem dúvidas é uma grande parceria com foco nos produtores”, ressaltou Carlos Bezerra, secretário executivo da SDA.