PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Fisioterapia e reabilitação: profissionais do HM auxiliam pacientes a terem mais qualidade vida e autonomia

15 de outubro de 2021 - 12:41 # # # # # #

Jéssica Fortes - HM - Texto
Jéssica Fortes e Tatiana Fortes - Ascom Casa Civil - Fotos

Programa de Reabilitação Pulmonar do HM funciona há 22 anos e atende pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose pulmonar, pré e pós-transplante de pulmão, por exemplo

Recuperar, restaurar, devolver autonomia e qualidade de vida. Este é o trabalho diário dos fisioterapeutas que atuam no Hospital de Messejana Dr. Carlos Alberto Studart Gomes (HM), da Rede de Saúde do Ceará. A atuação destes profissionais tem se mostrado fundamental na promoção de uma atendimento integral para pacientes com doenças cardíacas e pulmonares assistidos pela unidade.

O coordenador do Serviço de Fisioterapia do HM, Rogério Maia, destaca a importância dos profissionais. “No Messejana, são 122 fisioterapeutas atuando desde a Emergência, passando pelas Enfermarias, UTIs [Unidades de Terapia Intensiva], ambulatórios, chegando até a gestão. Sempre voltados para a prevenção, o fortalecimento e a reabilitação física, motora e cardiorrespiratória, diariamente eles auxiliam pacientes na busca por mais qualidade de vida, independência e autonomia”.

O Serviço de Fisioterapia está presente em várias frentes e engloba duas reabilitações, a pulmonar e a cardíaca, que são fundamentais para o crescimento do hospital, não somente na parte assistencial, como também no ensino, sendo palco de diversos estudos científicos produzidos por alunos de graduação e pós-graduação, como as residências.

Reabilitação Pulmonar

O Programa de Reabilitação Pulmonar do HM funciona há 22 anos e atende pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose pulmonar, pré e pós-transplante de pulmão, entre outras patologias e condições. Integrando as terapias física e emocional, com a combinação de exercícios e educação, o paciente ingressa no programa por indicação médica, encaminhado por um pneumologista. Em seguida, passa por uma triagem – realizada pela equipe multiprofissional, composta por fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, enfermeiro, assistente social, nutricionista e psicóloga.

O Programa de Reabilitação Pulmonar inclui atividades no bosque do Hospital de Messejana

Eles realizam atividades de condicionamento físico, sessões de relaxamento e trabalhos manuais. Também participam de um programa de treinamento físico, com alongamento, aquecimento, exercícios com halteres, esteiras, bicicletas ergométricas e caminhadas semanais no bosque do hospital.

A fisioterapeuta e coordenadora da Reabilitação Pulmonar da unidade, Maria Tereza Morano, ressalta que os pacientes acompanhados demonstram uma melhora significativa no quadro clínico após a reabilitação. “Os exercícios aumentam a capacidade de trabalho cardíaco, a eficiência dos pulmões e a capacidade dos músculos. Elevam o desempenho do paciente em todas as atividades cotidianas, aumentam as habilidades e proporcionam uma melhor expectativa de vida”.

Reabilitação Cardíaca

O HM também é pioneiro em Reabilitação Cardíaca, onde o trabalho é focado nos pacientes transplantados, com insuficiência cardíaca e com doença arterial coronariana. A coordenadora do programa, Socorro Quintino, destaca os benefícios do exercício físico para a saúde. “É cientificamente comprovado que o exercício físico faz bem para a saúde. Quando o indivíduo é um paciente cardiopata, esses benefícios são potencializados, inclusive com a redução da mortalidade”, explica.

Durante seis meses, os transplantados fazem atividades físicas supervisionadas

Os atendimentos são diários e voltados para os pacientes que já receberam alta da unidade. As sessões de treinamento duram em torno de uma hora. Nela, são executados exercícios aeróbicos como bicicleta e esteira, exercícios de força, fortalecimento muscular e equilíbrio, importantes para melhorar até mesmo as atividades do dia a dia. Todos os movimentos são supervisionados pelo fisioterapeuta.

Amor pela profissão

Quintino atua há 30 anos no Hospital de Messejana e diz que se sente em casa. “Eu não sei ser outra coisa. Sou fisioterapeuta reabilitadora com orgulho. O HM é minha segunda casa. Aqui nós formamos centenas de alunos e reabilitamos diversos pacientes dentro do contexto biopsicossocial”, reforça.

As fisioterapeutas Tereza Morano e Socorro Quintino são as responsáveis pelos Serviços de Reabilitação Pulmonar e Cardíaca do HM

Tereza Morano também define a profissão como amor. “Já são 42 anos atuando. Tenho tempo de aposentadoria, mas não tenho intenção de parar tão cedo. Eu me sinto energizada e bastante viva. Ainda vou reabilitar por muitos anos; quero ajudar muito mais pessoas”.