PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

SPS leva ações de interiorização da política LGBT para cinco municípios do Ceará

15 de outubro de 2021 - 17:22 # # #

Ascom SPS

A rota percorre Morada Nova, Russas, Mulungu, Palmácia e Baturité como parte do projeto Assistência Social de Todes

Desconhecimento e preconceito são alguns dos pontos geradores da LGBTfobia institucional. Com o objetivo de conscientizar as pessoas e combater esta prática, a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos do Ceará (SPS) leva o projeto Assistência Social de Todes ao interior do Estado. A iniciativa faz parte da campanha Ceará de Todes e segue levando informações sobre políticas públicas voltadas para a população LGBT. Uma nova rota teve início na última quarta-feira (13) e segue por cinco municípios cearenses até o próximo dia 22.

O projeto, que já percorreu diversas cidades desde 2019, agora chega a Morada Nova, Russas, Mulungu, Palmácia e Baturité. “Certa de que o conhecimento é um dos principais instrumentos na luta contra a discriminação, a campanha deseja incentivar o aprimoramento do serviço público para a população LGBT e a promoção dos direitos humanos, da arte e da cultura do LGBT cearense”, destaca o coordenador especial de Políticas Públicas para LGBT da SPS, Narciso Júnior.

Durante as visitas são realizadas reuniões com as prefeituras municipais para dialogar sobre ações que garantam o respeito à Cidadania e aos Direitos Humanos e o enfrentamento à LGBTfobia institucional. Para isso, a campanha promove pactuações de capacitação sobre Educação em Direitos Humanos de LGBT+ na Redes Socioassistenciais dos municípios visitados.

Além disso, ampliar e estreitar o diálogo com os movimentos sociais no interior é um objetivo da campanha Ceará de Todes, fortalecendo o protagonismo da militância nos municípios para a construção de políticas públicas, levando informações sobre direitos e marcos legais, além dos avanços das Políticas Públicas para LGBT no Ceará.

“Os municípios dessa rota foram escolhidos com base no índice de LGBTfobia, que são mais altos. Trabalhamos por região e precisamos usar espaços que já tenham diálogo com o movimento e buscar aprimorar esse diálogo”, explica a orientadora da Célula de Programa e Projetos da Coordenadoria LGBT da SPS, Samilla Aires. “No Cariri há instituições que são parceiras e, a partir delas, chegamos a outras. Dessa forma vamos conseguindo algumas aberturas”, finaliza.

Rota

As ações tiveram início na quarta-feira (13) e quinta-feira (14), em Morada Nova. Na quinta-feira (14) e sexta-feira (15), a campanha chegou a Russas. Nas próximas segunda-feira (18) e terça-feira (19), as atividades serão realizadas no município de Mulungu. Na terça-feira (19) e na quarta-feira (20), o projeto acontece em Palmácia. A rota será finalizada no município de Baturité, onde as ações acontecem na quinta-feira (21) e na sexta-feira (22).

Sobre o Projeto

Iniciado em 2019, o projeto Assistência Social de Todes visa a capacitação de servidores públicos na perspectiva da prevenção e do enfrentamento a LGBTfobia nos equipamentos da Rede Socioassistencial; da garantia de acesso a direitos básicos, programas habitacionais e serviços ofertados nos equipamentos de cada cidade. Nos últimos dois anos, foram realizadas ações nos municípios de Fortaleza, Tamboril, Maracanaú, Juazeiro do Norte, Quixeramobim, Jardins, Guaramiranga, Limoeiro do Norte, Jaguaruana, São Luís do Curu e Iguatu. A proposta é garantir que, até dezembro de 2022, 2.500 pessoas tenham sido capacitadas através do projeto.