PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Artistas plásticos ensinam desenho e pintura para pacientes e profissionais do HSM

20 de outubro de 2021 - 14:22 # # # # #

Milena Fernandes - Ascom HSM - Texto e fotos

Ação é uma parceria do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento e Pesquisa do HSM com o projeto de extensão Escola Arte Livre da Universidade Federal do Ceará

“A arte é terapêutica e tem o poder de comunicar emoções e sentimentos; ela está em todo lugar e permite uma conexão única”, declarou um dos pacientes do Hospital de Saúde Mental Professor Frota Pinto (HSM), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), durante curso de Iniciação ao Desenho e à Pintura dentro da unidade hospitalar. A ação é uma parceria do Centro de Estudos e Aperfeiçoamento e Pesquisa (Ceap) do HSM com o projeto de extensão Escola Arte Livre da Universidade Federal do Ceará (UFC). Pacientes e profissionais estão participando das atividades como ferramenta de promoção da saúde mental. Os facilitadores são artistas plásticos e arteterapeutas do projeto universitário.

De acordo com a psiquiatra e professora da UFC, Lia Sanders, que também é artista visual, esta é a primeira vez que a equipe de facilitadores realiza um curso fora do campo acadêmico. “A ideia é habilitar os terapeutas ocupacionais da unidade, que já desenvolvem um trabalho importante de arteterapia junto aos pacientes, para aprimorar ainda mais essas técnicas de maneira organizada. A arte é um dos recursos fundamentais no hospital psiquiátrico, pois ajuda a simbolizar os sentimentos dos pacientes, facilitando a condução do tratamento”.

O curso teve início nesta semana e será concluído em novembro, após dez encontros. Pacientes e profissionais do hospital terão a oportunidade de aprender técnicas para possibilidades de criação poética, expressiva, desenhos com linha, luz e sombra, forma e perspectiva, figura humana, paisagem, teoria das cores e composição visual. No fim da formação, será realizada uma exposição dos trabalhos e cada participante receberá um certificado.

Pacientes e profissionais estão participando das atividades como ferramenta de promoção da saúde mental

“A arte tem o poder de comunicar emoções e sentimentos sem o uso de palavras. Percebemos que atividades criativas ligadas à arte podem aliviar o estresse, diminuir a ansiedade e ajudar a combater a depressão. A arte permite novas possibilidades e esse curso é uma grande contribuição para todos nós. Proporciona aos pacientes diversos efeitos terapêuticos positivos, permitindo que o indivíduo conheça a si mesmo, aprimorando partes diferentes do seu ser, do seu corpo e da sua mente”, frisou a terapeuta ocupacional do HSM, Marcionília Andrade.

O artista plástico Ronaldo Vieira, um dos facilitadores do curso, conta que há muitos anos trabalha com pacientes com transtornos mentais, colaborando com os ensinamentos artísticos. Ele percebe que, durante o processo da introdução artística, há um grande envolvimento dos pacientes que conseguem expor desejos, sentimentos, emoções e mensagens por meio de desenhos e pinturas. “Com a realização deste curso, queremos facilitar todo o processo de aprendizagem para que pacientes e profissionais executem as atividades artísticas de forma didática, prazerosa e terapêutica. Estamos formando multiplicadores porque acreditamos nessa capacidade da arte como alternativa de comunicar emoções e sentimentos”.