PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Plataforma Big Data Social integra e analisa dados e informações da proteção social do Ceará

21 de outubro de 2021 - 11:25 # # # #

Amélia Gomes - Ascom Íris

O Ceará agora tem uma plataforma analítica com informações e dados da proteção social. Ela apresenta uma visão integrada e transparente de indicadores sobre auxílios sociais de educação, moradia, trabalho e renda. O Big Data Social foi desenvolvido pelo Íris | Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Ceará e pelo Programa Cientista Chefe, em parceria com o gabinete da primeira-dama e a Secretaria da Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS).

O professor José Macêdo, cientista-chefe da Transformação Digital do Ceará e coordenador do projeto, explica: “A plataforma é uma tecnologia que permite integrar muitas informações e processar essas informações para extrair valor delas, para dar direcionamentos aos gestores públicos. O Big Data faz a junção de dados e oferece uma visão analítica sobre esses dados, para tomadas de decisões melhores e para a melhoria de políticas públicas”.

Conforme evidencia a primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, o Big Data Social é muito importante por oferecer à gestão pública e à sociedade uma visão integrada e transparente da proteção social. “Nossas ações são baseadas em evidências. A informação é a base de tudo, para que possamos construir políticas eficazes e efetivas. Esse projeto é mais um avanço para focarmos em quem mais precisa, promovendo uma política de equidade para um estado mais justo”.

A plataforma surgiu, entre diversos fatores, da necessidade de acompanhar o impacto de serviços, benefícios e auxílios do governo a famílias em situação de vulnerabilidade social, para ajudar a diminuir a desigualdade social no Estado e para rastrear as pessoas que mais precisam de políticas públicas. Os dados da plataforma são voltados para entender as necessidades de famílias mais vulneráveis do Ceará, orientar a gestão pública na tomada de decisão baseada em dados, dar transparência aos dados da assistência social, aproximar o governo e cidadãs e cidadãos através dos meios digitais e monitorar o impacto dos auxílios públicos fornecidos para a sociedade.

O Big Data Social auxiliará na integração de dados entre Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (IPECE), Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS) e outras organizações, contribuindo na troca de informações e na construção de políticas públicas do Estado do Ceará.

A gerente de produto do Íris e líder do projeto, Marianna Gonçalves, fala que através da integração de dados e da transparência, os líderes do governo conseguirão atender melhor às necessidades das famílias cearenses. “Podemos visualizar, por exemplo, quais eixos da assistência social necessitam mais investimento, quais municípios se destacam em determinados critérios, bem como demais informações fundamentais para a tomada de decisão subsidiada por dados”, exemplifica.

Entre os dados apresentados no Big Data Social, estão: a quantidade de famílias beneficiadas com o Cartão Mais Infância, auxílio para famílias cearenses mais vulneráveis; o número de cursos promovidos pela Coordenadoria de Inclusão Social da SPS; a quantidade de pessoas beneficiadas no estado pelo Vale Gás Social, medida de auxílio às famílias vulneráveis no enfrentamento à pandemia.

Quem pode acessar o Big Data Social?

A plataforma traz informações para gestores públicos, órgãos de fomento, Organizações não Governamentais (ONGs), cientistas de dados e população em geral.

Os diferenciais da iniciativa estão relacionados ao volume de dados disponíveis para a tomada de decisões de forma mais efetiva.

Mais sobre o desenvolvimento do Big Data Social

A plataforma foi desenvolvida com foco em aspectos da experiência do usuário, como usabilidade, acessibilidade e eficiência da plataforma.

Acesse o Big Data Social aqui