PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Clínicas cirúrgicas do HRN superam marca de 20 mil pacientes atendidos em oito anos

9 de novembro de 2021 - 16:40 # # # # #

Teresa Fernandes - Ascom Sesa Texto e Fotos

Serviço é referência na região Norte para atendimento de pacientes de cirurgia vascular, geral e neurocirurgia

As Clínicas Cirúrgicas do Hospital Regional Norte (HRN), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) e administrada pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), são referência no atendimento a pacientes cirúrgicos nas especialidades vascular, geral, torácica e neurocirurgia. Em oito anos de abertura do serviço, mais de 20 mil pessoas já foram atendidas.

Segundo a coordenadora de Enfermagem das Clínicas Cirúrgicas do HRN, Regislânia Lira, o setor trabalha com protocolos de cirurgia segura, identificação segura do paciente, hemotransfusão/hemovigilância, prevenção de tromboembolismo venoso (TEV), transporte seguro, prevenção de lesão de pele, sepse, prevenção de pneumonia relacionada à assistência à saúde (Pras) e broncoaspiração, escore de alerta, higienização das mãos e prevenção de nefropatia induzida pelo contraste.

“Com o uso dos protocolos, a assistência ao paciente cirúrgico tem como resultado esperado a alta hospitalar de forma assertiva, no tempo programado, seguindo plano terapêutico individualizado, e sem eventos adversos graves ou moderados”, ressalta Lira.

As unidades assistenciais são constituídas por 58 leitos, dos quais dois são privativos. O serviço é composto por uma equipe multiprofissional de médicos, enfermeiros, técnicos de Enfermagem, nutricionistas, fisioterapeutas, farmacêuticos, assistentes sociais, fonoaudiólogos e auxiliares de escritório. Conta, ainda, com o apoio dos internos de Medicina, Enfermagem, Fisioterapia e Nutrição.

O agricultor Francisco Francivaldo Costa de Sousa, 51, precisou passar por um procedimento cirúrgico para tratamento de uma lesão bacteriana em uma mão e está internado no HRN. Ele é morador da localidade de Caracará, zona rural de Sobral. “O atendimento é nota dez. Desde que estou aqui, não me faltou nada de medicação, alimentação”, avalia Sousa.