PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Enfermeira do Hospital São José escreve livro inspirado em histórias de pacientes

12 de novembro de 2021 - 12:37 # # # # # #

Diego Sombra - Ascom HSJ - Texto e Fotos

Lívia Parente escreveu o livro ‘Partilhando vivências, buscando sabedoria’, que reúne relatos pessoais da autora e histórias de pacientes atendidos por ela

O universo da leitura sempre fascinou Lívia Parente, servidora pública e enfermeira do Hospital São José (HSJ), unidade da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa). Em maio deste ano, quando foi diagnosticada com Covid-19, a profissional precisou se afastar das atividades e iniciou, no período de licença, o processo de escrita do livro Partilhando vivências, buscando sabedoria. A publicação traz relatos pessoais de Lívia e crônicas inspiradas em pacientes cuidados por ela em cerca de quatro décadas de carreira.

“A pandemia de Covid-19 trouxe muito sofrimento para os profissionais da saúde: o medo de adoecer, de morrer e, principalmente, o medo de contaminar outras pessoas estavam presentes em cada dia trabalhado. Veio, então, a necessidade de partilhar as histórias das pessoas que marcaram minha vida e ressignificaram minha prática profissional”, conta a autora, que finalizou o livro em três meses.

Segundo a enfermeira, o trabalho nasceu com o intuito de partilhar experiências e saberes com profissionais e usuários dos sistemas público e privado de Saúde. “Ao mostrar situações reais, muitas vezes marcadas por sofrimento, o livro possibilita que as pessoas reflitam, também, sobre suas práticas profissionais e o que elas estão fazendo em prol do paciente. As histórias deixam claro que atitudes simples podem mudar a vida de alguém”, aponta.


Lívia realizou o lançamento do livro no Hospital São José, onde trabalha há 12 anos

O lançamento da publicação foi realizado no próprio São José e reuniu colaboradores da unidade e colegas de trabalho da autora. Funcionária do Ambulatório, Magali Ferreira Alves fez questão de prestigiar o evento e dividir com os participantes suas percepções sobre a leitura. “O livro é muito bem escrito e possui uma leveza. Os detalhes de cada história fazem com que a gente consiga visualizar o que ela viveu. A Lívia tem essa capacidade de se colocar no lugar do outro, de sentir e de querer resolver. Ela vai à luta”, afirma.


Lívia deu início ao processo de escrita do livro em maio deste ano, quando foi afastada do trabalho após testar positivo para Covid-19

Referência em Infectologia, o Hospital São José foi cenário de muitas das histórias contadas por Parente. Ela trabalha há 12 anos na unidade, na qual conheceu inúmeros pacientes e pôde lidar com os desafios impostos pelas doenças infectocontagiosas. O HIV, por exemplo, é um dos temas abordados ao longo do livro. “Espero ter conseguido levar algum alento e momentos de felicidade àqueles com quem tive a oportunidade de exercer o cuidado, pois essa é a base da assistência, é o que faz construir o vínculo entre profissional e paciente”, acrescenta a enfermeira.

Trajetória na Enfermagem

Lívia Parente tem 60 anos e cursou Enfermagem na Universidade Estadual do Ceará (Uece). A profissional iniciou a carreira em Porto Velho, capital de Rondônia, onde morou por sete anos antes de retornar a Fortaleza. É especialista em Saúde do Trabalho, Saúde da Família e Estomaterapia; servidora aposentada do município de Maracanaú e servidora estadual.


Atualmente, Lívia Parente trabalha no ambulatório e no hospital-dia do HSJ

Na Enfermagem, Lívia trabalhou em diversas áreas, exercendo diferentes funções na assistência e cargos de gestão. “Hoje, percebo que minha escolha profissional realmente foi acertada: consegui, depois de 37 anos de trabalho, descrever como sou feliz. Conheci pessoas incríveis, que realmente se doam pelos usuários. Por isso, digo sempre que Deus é muito misericordioso comigo”, confessa em um dos trechos do livro.