PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

No HRN, conferência familiar traz o paciente e seus familiares para o centro do cuidado

17 de novembro de 2021 - 12:29 # # # #

Teresa Fernandes - Ascom HRN Texto e Foto

Método aproxima equipe de saúde de pacientes e familiares, objetivando oferecer o melhor cuidado possível a quem está internado

O entendimento da família e do próprio paciente acerca do seu quadro clínico é fundamental para que o tratamento seja o mais eficaz possível. No caso de pacientes em cuidados paliativos ou em reabilitação prolongada, essa interação entre profissionais da assistência e famílias é imprescindível. Por isso, a Unidade de Cuidados Especiais (UCE) do Hospital Regional Norte (HRN), em Sobral, vinculado à Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), promove periodicamente as conferências familiares, em que as equipes podem dialogar com os parentes de internados, objetivando oferecer o melhor cuidado possível.

Segundo a coordenadora médica da UCE, Tarcilla Pinto Passos Bezerra, as conferências familiares trazem benefícios para a atenção integral do paciente, como redução de falhas de comunicação, inclusão de familiares nos cuidados e auxílio e direcionamento do tratamento de acordo com o histórico de cada cidadão. “Os principais objetivos são conhecer e entender a história, a biografia e os valores dos pacientes e de seus familiares; compartilhar diagnósticos e prognósticos; além de discutir objetivos de cuidado e plano terapêutico”, explica.

A inserção da família no centro do cuidado também promove qualidade de vida, como pontua Bezerra. “O cuidado paliativo é oferecido para pacientes com doença ou condição que ameace a continuidade da vida, e esse tipo de cuidado é voltado para a qualidade de vida do paciente. O foco dessa unidade é ofertar bem-estar para esses pacientes que já estão bastante debilitados e também reabilitá-los e promover condições para que eles voltem para suas casas, para a convivência com seus familiares”.

Raimundo Nonato Gomes Oliveira, 37, é natural de Varjota, no interior cearense. O paciente passou cerca de dois meses se recuperando de uma cirurgia de alta complexidade. Durante sua internação no HRN, equipamento administrado pelo Instituto de Saúde e Gestão Hospitalar (ISGH), ele vivenciou a conferência familiar na UCE. “A conferência familiar é um debate entre a família, o paciente e os cuidadores. Foi um momento muito importante de escutar, de ouvir e de opinar também. A base da reunião é engajar família, hospital e paciente para saber o que é melhor para cada paciente”, diz.

Oliveira também elogiou o atendimento do hospital. “Óbvio que a saúde do País tem seus defeitos, aqui também tem alguns, mas, no geral, a equipe, toda a estrutura física, material e humana do hospital é boa, o que deixa a gente mais feliz e seguro no atendimento”, avalia.

Unidade de Cuidados Especiais

A UCE promove tanto cuidados paliativos, quanto reabilitação de quem está internado do HRN. Há predominância de perfis de pacientes idosos, com doenças crônicas, que tiveram longa permanência em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou que tiveram estadias frequentes nas emergências; pacientes debilitados e muitas vezes acamados. A equipe conta com médicos, enfermeiros, técnicos de Enfermagem, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos, farmacêuticos, nutricionistas, além de outros profissionais.