PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Sistema Sigo da Supesp recebe Medalha do Prêmio Funcional 2021 da Escola de Gestão Pública do Ceará

22 de novembro de 2021 - 15:12 # # # # #

Ascom SSPDS

O Sistema de Georreferenciamento Operacional do Ceará (Sigo), desenvolvido pela Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (Supesp), por meio da Diretoria de Estratégia de Segurança Pública (Diesp/Supesp), conquistou mais uma premiação relevante. Na última terça-feira (16), a Comissão Coordenadora da Escola de Gestão Pública do Estado do Ceará (EGPCE) concedeu ao Sigo a Medalha do Prêmio Funcional do Mérito 2021.

A premiação é concedida pelo Governo do Estado do Ceará aos servidores/empregados públicos estaduais que se destacam no exercício de suas funções específicas, por meio do desenvolvimento de uma ação inovadora, visando a melhoria constante da qualidade dos serviços prestados ao cidadão.

“Agradeço e é uma honra e uma grande felicidade ter o nosso trabalho reconhecido pelo Governo do Ceará. O reconhecimento é um incentivo para que nos empenhemos mais e melhor pelo povo cearense, principalmente quando este esforço se reflete em salvar vidas”, declarou o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Ceará (CBMCE), assessor da Diesp/Supesp e um dos idealizadores do Sigo, Ricardo Catanho.

O Sigo é um sistema de georreferenciamento, desenvolvido em 2019, de uso intuitivo e que permite operadores da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará (SSPDS-CE) elaborarem rotas que sejam utilizadas pelas equipes do Corpo de Bombeiros com base no mapeamento dos hidrantes disponíveis na região de uma determinada ocorrência. O sistema informa, também, aos bombeiros, por meio de GPS, a melhor localização de hidrantes para abastecimento das viaturas.

Além do mapeamento dos recursos disponíveis para auxiliar no combate aos incêndios, o Sigo disponibiliza informações como dimensionamento de vias e atualizações em tempo real do fluxo de trânsito na região e otimiza, assim, o deslocamento a ser feito pelas equipes do CBMCE. O dimensionamento das vias também possibilita a utilização da viatura mais adequada para o atendimento de uma determinada ocorrência.

O assessor da Supesp/Diesp e geógrafo, Flávio Moreira Júnior, também fez parte da elaboração e desenvolvimento do Sigo e garante que uma segunda versão será lançada. “O Sigo alcançou bem os objetivos pensados, mas nossas pesquisas sempre buscam novas possibilidades e melhorias constantes. Queremos desenvolver novas parcerias para aumentar as tecnologias do sistema. Vamos avançar também no aspecto de registros das ocorrências, além de trabalhar a viabilidade do monitoramento das viaturas do Corpo de Bombeiros”, declarou.

Sigo é destaque internacional

A Medalha do Prêmio Funcional do Mérito 2021 não é o primeiro reconhecimento recebido pelo Sigo. No último mês de maio, o sistema conquistou o terceiro lugar na final do ‘VI Prêmio Anual Gestion para Resultados en el Desarollo 2020’, na categoria “Monitoramento e Avaliação – Províncias e Estados”. O Sigo foi o único representante, na categoria, do Ceará e do Brasil na premiação internacional promovida pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O prêmio internacional gerou um convite, no último mês de setembro, para Supesp apresentar a ferramenta no Seminário Internacional da Rede de Governos Subnacionais (Rede), que agrega países da América Latina e Caribe.

“Todo esse reconhecimento, para nós, é motivo de orgulho, não exatamente de surpresa, porque na Supesp a gente sempre procura cumprir a nossa missão de disponibilizar soluções para segurança pública com custos pequenos e com eficácia. O Sigo preenche bem esses requisitos e mostra que temos conhecimento ampliado de segurança pública, pois segurança pública não é apenas ausência de crimes”, afirmou Anderson Duarte, diretor da Diesp/Supesp.

O Sigo tem chamado constantemente atenção pelo interessante recurso tecnológico, que auxilia no salvamento de vidas, e que teve custo zero aos cofres públicos estaduais. Também irá compor capítulo do livro do Governo do Ceará, intitulado “Serviço Público: Práticas e Reflexões”. O texto será apresentado por meio de artigo elaborado por técnicos da Supesp/Diesp, após o sistema ter sido selecionado entre diversas proposições de diferentes secretarias de Estado.