PortugueseEnglishFrenchSpanish
PortugueseEnglishFrenchSpanish

Porto Iracema das Artes realiza live com Mário Magalhães e Maria Marighella nesta segunda (29)

29 de novembro de 2021 - 11:08 # # #

Raphaelle Batista - Ascom Porto Iracema das Artes

A conversa, nesta segunda (29), vai percorrer o trabalho combativo realizado por um dos principais nomes na luta contra a ditadura militar no Brasil

Filme nacional mais visto nos cinemas brasileiros em 2021, o longa-metragem “Marighella”, dirigido por Wagner Moura, reacendeu a discussão em torno da vida e das ideias do guerrilheiro, político e poeta baiano Carlos Marighella (1911-1969). Para refletir sobre um dos mais importantes personagens da história recente do País, a Escola Porto Iracema das Artes — instituição da Secretaria da Cultura do Ceará (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM) — realiza o debate “Marighella, sem tempo de ter medo”. O evento virtual, com transmissão pelo Youtube do Dragão do Mar, acontece hoje, segunda-feira (29), a partir das 19h, com a participação da atriz e vereadora Maria Marighella, que é neta do revolucionário, e de Mário Magalhães, autor da biografia que inspirou a obra cinematográfica.

“Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo”, lançado em 2012 pela Companhia das Letras, foi o ponto de partida para a obra cinematográfica que foi objeto de censura e atrasou em dois anos a estreia oficial. Atriz e vereadora pelo Partido dos Trabalhadores (PT) em Salvador (BA), Maria Marighella é neta do guerrilheiro e integrou o elenco de “Marighella”. Ela não chegou a conhecer o avô em vida, mas as raízes aguerridas do patriarca, um dos principais personagens da luta armada contra a ditadura militar no Brasil, a levaram à política. No filme, Maria interpretou a avó, Elza Sento Sé, mãe do filho de Marighella, Carlos Augusto.

Abordagens distintas sobre a vida do guerrilheiro (uma ficcional, outra jornalística), a maior identidade entre o filme e o livro, para Mário, é a convicção comum ao cineasta e ao escritor de que Marighella foi sobretudo um homem de ação. “Militante político de formação sólida, homem de ideias, Marighella sempre buscou agir, desde os tempos da juventude em que enfrentava os nazifascistas”, aponta.

O debate realizado pela Porto Iracema das Artes terá mediação de Aline Albuquerque, coordenadora do Laboratório de Artes Visuais da Escola. Segundo ela, é “extremamente importante” a biografia de Marighella escrita por Mário Magalhães e a adaptação da vida do guerrilheiro para o cinema, especialmente nesse momento. “O Brasil não tratou de sua ferida colonial, como não tratou de sua ferida ditatorial, e foi esse caminho que nos trouxe até aqui”, enfatiza.

Ao final da live, a Escola vai sortear dois kits com um exemplar autografado do livro “Marighella: O guerrilheiro que incendiou o mundo”, uma camisa e uma sacola temáticas, além de dois pares de ingressos para o filme no Cinema do Dragão.

Sobre a escola

A Porto Iracema das Artes é a escola de formação e criação em artes do Governo do Estado do Ceará, instituição da Secretaria da Cultura (Secult) gerida pelo Instituto Dragão do Mar (IDM). Criada em 29 de agosto de 2013, há oito anos desenvolve processos formativos nas áreas de Música, Dança, Artes Visuais, Cinema e Teatro, com a oferta de Cursos Básicos e Técnicos, além de Laboratórios de Criação. Todas as ações oferecidas são gratuitas.

Serviço

O quê: “Marighella, sem tempo de ter medo”, bate-papo com Mário Magalhães e Maria Marighella
Quando: Segunda-feira, 29 de novembro, às 19h
Onde: Youtube do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC)
Gratuito